Erros Facebook a evitar

5 erros de Facebook marketing a evitar

Muito boa gente não tem tempo para estar atualizada sobre as mudanças do Facebook que acontecem, que não são poucas.

O que funcionava há um ano no Facebook pode não estar a funcionar bem hoje.

Por isso vamos ver as 5 coisas a evitar, e aquilo que realmente interessa.

O Facebook é uma ferramenta espetacular para fazer marketing para a sua marca, para o seu projeto.

As pessoas passam uma quantidade enorme de tempo na rede social, todo o tipo de pessoas, idades e atividades profissionais usam a rede social diariamente.

E nós podemos tirar partido disso porque o Facebook dá-nos ferramentas para interagirmos com o nosso público ideal.

Provavelmente já está a usar o Facebook no seu negócio e na sua estratégia, mas a questão é se o está a usar bem 🙂

Muitas empresas continuam a cometer erros ao usar o Facebook no seu marketing. Estes erros podem custar bem caro, especialmente quando acumulados a longo prazo.

Eis 5 erros que devem evitar em Facebook marketing

Erro 1: Não fazer anúncios

Para chegar às pessoas certas no Facebook, tem de investir. Muitas empresas, especialmente as mais pequenas, têm orçamentos limitados e por isso mesmo têm de saber criar bons anúncios que lhes trazem resultados.

O Facebook termina o alcance potencial dum anúncio pelas definições do público e pelo orçamento. O custo do anúncio leva em conta o seu público e a quantidade de tempo que o anúncio vai ser mostrado.

Se o orçamento é baixo, é provável haver um alcance baixinho. Tentar pegar num orçamento baixo e esticá-lo pode ser uma completa perda de tempo.

Quando tem um orçamento limitado, verifique que o dinheiro está a ser usado em estratégias que funcionam. Primeiro que tudo, faça uso do Power Editor, porque permite-nos colocar os anúncios onde queremos e dá-nos informação sobre o desempenho dos anúncios.

Anúncios colocados na feed de notícias mobile normalmente funcionam melhor que outros posicionamentos (como por ex.: a coluna da direita no desktop).

Se tem poucos €€€ para gastar, limite a duração de tempo que o anúncio vai correr. Mais vale ter uma duração curta e maior impacto do que deixar correr durante muito tempo com um orçamento pequenino.

Erro 2: Não interagir com o seu público

Somos animais sociais, por isso é necessário criamos laços e relacionamentos com as pessoas. Na idade das redes sociais, isto é cada vez mais importante.

Há muitas formas de como a sua empresa pode errar nisto, tais como “falar para” os seus fãs, em vez de “falar com” os seus fãs.

Quando o conteúdo dos seus posts está focado na marca e não nos seguidores, isto aborrece as pessoas e torna a página menos apetecível, porque a interação é obtida quando vamos ao encontro do interesse das pessoas, não do nosso.

Crie publicações tendo em conta as dores e desejos das pessoas. Analise os seus fãs e seguidores, e faça um esforço para humanizar a sua marca (mesmo sendo B2B).

Não faça monólogos, procure criar um diálogo entre os seus seguidores e a marca. Partilhe conteúdo relevante e útil para eles, coloque questões em que lhes pede a opinião (toda a gente gosta de dar a sua opinião).

Quando um comentário negativo aparecer, não o ignore, porque pode dar a entender que a sua empresa não valoriza a pessoa o suficiente para lhe responder. Responda de forma individualizada (nada de scripts) para resolver o problema.

Conhecer os fãs da sua página Facebook é fácil ao ver as Estatísticas da sua página (veja na barra de menu em cima, na sua página).

Para vender alguma coisa a alguém, precisa de “calçar os mocassins” dessa pessoa, de saber a quem está a tentar atingir com a sua comunicação. Com as Estatísticas do público, pode ver as publicações que estão a ter mais Gostos e interação, dados demográficos dos fãs e seguidores.

Erro 3: Publicar posts fraquinhos

Ter conteúdo de qualidade é cada vez mais importante, deve ser o alicerce da sua estratégia de marketing.

Conteúdo fraquinho ou demasiado promocional não irá conquistar a confiança nem atenção das pessoas.

Alguns dos erros que as empresas fazem em relação ao conteúdo:

Conteúdo extenso – muito conteúdo nos seus posts normalmente não é o ideal para obter interação das pessoas. A feed de notícias está empanturrada com vários posts a querer a atenção das pessoas. Um post com muito texto pode passar despercebido quando a pessoa está a fazer um scan rápido pela feed de notícias. Eu por vezes tenho boa interação com posts extensos, mas regra geral, cuidado com os posts de 500 palavras 🙂

Conteúdo banal – usar o mesmo tipo de conteúdo e tema torna-se aborrecido. Isto porque o Facebook é uma plataforma muito visual. Por isso publique imagens, vídeos e GIFs com o teto dos seus posts para chamar mais à atenção.

Crie conteúdo relevante, que agrega valor às pessoas, que as ajuda. Faça posts de valor, compactos e que tenham um elemento visual.

Não sobrecarregue os seus seguidores. Sugiro que escreva cerca de 150-300 carateres para a maioria dos seus posts, e que use imagens e vídeos com eles para obter maior interação.

Erro 4: Evitar Facebook Live

É preciso alguma coragem para fazer uma transmissão em direto pela primeira vez, mas é o que lhe sugiro fazer.

Isto porque o Facebook dá prioridade aos Facebook Lives, e se você quer chegar à maioria dos seus fãs, use este formato para lhes dar valor. Os fãs da sua página recebem uma notificação que você está em direto na página, portanto o Facebook já está a ajudar na sua divulgação do Live.

Alguns empreendedores evitam experimentar os Facebook Lives por receio ou timidez. Ajudei recentemente um cliente com isto, uma loja física que vende para o consumidor.

Um dos donos é tão simpático a receber as pessoas que lhe expliquei que ele devia fazer isto num Facebook Live. Sugeri que usassem um novo potencial cliente (alguém que concorde com isto) a entrar na loja, e filmar tudo em direto a mostrar a loja. Funcionou na perfeição, ele teve grande interação (likes, comentários) nesse Live.

Erro 5: Poucos posts

Não é incomum vermos páginas no Facebook que não são atualizadas há algum tempo.

Muitas empresas têm várias contas em redes sociais, e como resultado, algumas páginas acabam por ser negligenciadas.

Isto parece mal, porque as pessoas que vão à sua página e vêem que o último post foi feito 1 mês atrás, podem pensar que o seu negócio está ao abandono.

Crie uma rotina, um calendário em que se compromete a publicar posts frequentemente, talvez 1 por dia ou 1 em cada dois dias, etc.

Quando os seus fãs sabem que você publica posts numa certa rotina, estarão mais propensos para visitar e interagir com a sua página.

Preencha todas as secções sua página, especialmente a secção Sobre, onde pode colocar informação relevante sobre a sua empresa, produtos ou serviços, com um link para o seu website/blog.


E aqui está. Cinco erros comuns que se fazem no Facebook e como os evitar.

O Facebook é um sítio espetacular para se ligar ao seu público-alvo ideal, só que como tudo nos negócios, tem que ser bem planeado e executado.

Seja social e partilheShare on FacebookShare on LinkedInTweet about this on Twitter

Deixe um comentário