5 estratégias para ser líder de opinião no LinkedIn

Estratégias LinkedIn líder opinião

Uma das melhores oportunidades que o LinkedIn nos apresenta é a possibilidade de sermos uma pessoa influente, um líder de opinião.

Isto é particularmente importante no que toca à promoção B2B (e no mercado de trabalho laboral), e também se estiver a criar a sua marca pessoal num campo competitivo.

Ser uma autoridade num segmento de mercado (ao publicar conteúdo de qualidade) faz com que as pessoas o(a) vejam como um líder na sua indústria.

Ser um líder de opinião ou uma pessoa influente não é só escrever uns artigos e partilhá-los na sua página. Requer uma estratégia. Para criar uma estratégia, é necessário saber as preferências da sua audiência.

Assim, para ganhar o reconhecimento e ter maior reputação do que a sua concorrência no LinkedIn, siga estas estratégias.

1. Partilhe notícias sobre a sua indústria

Notícias e acontecimentos relevantes na sua indústria, quer sejam a partir do seu website ou fontes de autoridade, irão trazer-lhe tráfego (visitantes).

Quanto mais publicar (atenção: conteúdo de qualidade), e mais original for o seu conteúdo, mais fácil será destacar a sua personalidade, a sua voz, dos outros e destacar o seu perfil

2. Publique no LinkedIn Pulse

Crie artigos que sejam relevantes para o seu público-alvo, que sejam úteis ou interessantes. Publique-os no seu perfil por via do LinkedIn Pulse.

Os artigos podem ser curtos ou longos, desde que proporcionem valor às pessoas. Experimente tanto artigos curtos como longos para perceber quais os que são mais lidos e geram mais envolvimento para com os leitores.

3. Use o seu perfil pessoal LinkedIn

Cada detalhe conta. Se é um profissional reconhecido na sua indústria, e está a ganhar notoriedade na sua marca pessoal, é bom ter o seu perfil associado à sua empresa.

Assim, a sua empresa (quer seja colaborador ou dono) irá beneficiar da associação e do trabalho que tem feito em prol do seu branding pessoal.

4. Participe em Grupos LinkedIn

O LinkedIn tem uma “carrada” de grupos. Junte-se àqueles que são relevantes para os seus interesses (profissionais, de preferência) e participe neles ao colocar e partilhar conteúdo relevante.

Estará assim a alcançar outras pessoas que partilham os mesmos interesses, ou que estejam até interessados nos seus produtos ou serviços. Atenção, não faça spam nem seja muito promocional, porque isso percebe-se.

5. Comece o seu próprio grupo LinkedIn

Não seria bom ser dono(a) do seu próprio castelo? Se o seu segmento de mercado não tem um grupo (ou que não seja popular), crie um grupo, como eu fiz com o grupo oficial LinkedIn dos Consultores & Freelancers (junte-se ao grupo).

Após ter pessoas a juntarem-se, pode participar no grupo como faz nos outros grupos, apenas com a diferença de que é dono dele.

Seja social e partilheShare on FacebookShare on LinkedInTweet about this on Twitter

Deixe um comentário