Updates Facebook 20 Setembro

Updates Facebook 20 Setembro 2017

Neste vídeo estão as últimas atualizações do Facebook da última semana até 20 setembro 2017.

HEY. Subscreva-se no canal YouTube:
Botão subscrição canal YouTube

Transcrição do vídeo

Neste vídeo vou-lhe mostrar os updates Facebook da última semana.

Olá, o meu nome é João Alexandre, e dou-lhe dicas para crescer o seu negócio em menos de 5 minutos.

Começamos logo com o update n.º 1, que é a fusão do Gestor de Anúncios + Power Editor.

As duas plataformas de anúncios vão ser unificadas numa única plataforma chamada o Gestor de Anúncios, no qual vamos ter uma fusão ao género do Dragon Ball, para que as pessoas agora não tenham confusão entre usar uma e a outra.

Vai haver apenas uma única plataforma na qual nós vamos fazer os nossos anúncios, e vai aparecer, basicamente, como isto.

O Gestor de Anúncios vai aparecer assim e vai ter as possibilidades e funcionalidades do Power Editor, a nível de salvar rascunhos, entre outras coisas.

Update 2: Dynamic Creative. Isto é uma funcionalidade (opção) do Facebook que permite fazer testes A/B de forma automática.

E a maneira como isto funciona é, ativando o Dynamic Creative, vamos ter a possibilidade de colocar várias imagens, e depois esta opção do Facebook seleciona qual é que é a combinação vencedora.

Nós colocamos vários tipos de texto, título, descrição, imagens, e o Público, e depois o Facebook escolhe qual é que é a combinação certa para aquele tipo de Público.

Isto é uma grande vantagem porque nos permite saber de forma automática qual é a combinação vencedora em vez de estar a fazer na forma manual, a criar vários conjuntos de anúncios, que era como se fazia antigamente.

Update 3: o Facebook vai dar um treino oficial para pequenas e médias empresas, portanto se você é uma pequena e média empresa ou tem clientes, faz a gestão de pequenas e médias empresas, isto poderá ser útil para si.

Update 4: o Facebook tem um novo layout para os anúncios. O Facebook está a fazer os possíveis para tornar mais apelativo a criação dos anúncios, e que seja mais fácil para os anunciantes ter um bom interface, simples e rápido de usar.

Update 5: o Facebook removeu o cargo, o título e a função, a possibilidade de nós definirmos um público com base no cargo, empregador, emprego da pessoa. O Facebook removeu isto porque alguns anunciantes estavam a usar isto para efeitos xenofóbicos e racistas.

Isto é uma medida provavelmente temporária, e eventualmente poderemos vir a ter outra vez esta opção de poder definir um público com base no emprego.

Se este vídeo foi útil, goste, faça um comentário, partilhe, porque isto a mim diz-me o tipo de vídeos e conteúdo que você quer ver para que o(a) possa ajudar no seu negócio. Obrigado.

5 erros de Facebook marketing a evitar

Erros Facebook a evitar

Muito boa gente não tem tempo para estar atualizada sobre as mudanças do Facebook que acontecem, que não são poucas.

O que funcionava há um ano no Facebook pode não estar a funcionar bem hoje.

Por isso vamos ver as 5 coisas a evitar, e aquilo que realmente interessa.

O Facebook é uma ferramenta espetacular para fazer marketing para a sua marca, para o seu projeto.

As pessoas passam uma quantidade enorme de tempo na rede social, todo o tipo de pessoas, idades e atividades profissionais usam a rede social diariamente.

E nós podemos tirar partido disso porque o Facebook dá-nos ferramentas para interagirmos com o nosso público ideal.

Provavelmente já está a usar o Facebook no seu negócio e na sua estratégia, mas a questão é se o está a usar bem 🙂

Muitas empresas continuam a cometer erros ao usar o Facebook no seu marketing. Estes erros podem custar bem caro, especialmente quando acumulados a longo prazo.

Eis 5 erros que devem evitar em Facebook marketing

Erro 1: Não fazer anúncios

Para chegar às pessoas certas no Facebook, tem de investir. Muitas empresas, especialmente as mais pequenas, têm orçamentos limitados e por isso mesmo têm de saber criar bons anúncios que lhes trazem resultados.

O Facebook termina o alcance potencial dum anúncio pelas definições do público e pelo orçamento. O custo do anúncio leva em conta o seu público e a quantidade de tempo que o anúncio vai ser mostrado.

Se o orçamento é baixo, é provável haver um alcance baixinho. Tentar pegar num orçamento baixo e esticá-lo pode ser uma completa perda de tempo.

Quando tem um orçamento limitado, verifique que o dinheiro está a ser usado em estratégias que funcionam. Primeiro que tudo, faça uso do Power Editor, porque permite-nos colocar os anúncios onde queremos e dá-nos informação sobre o desempenho dos anúncios.

Anúncios colocados na feed de notícias mobile normalmente funcionam melhor que outros posicionamentos (como por ex.: a coluna da direita no desktop).

Se tem poucos €€€ para gastar, limite a duração de tempo que o anúncio vai correr. Mais vale ter uma duração curta e maior impacto do que deixar correr durante muito tempo com um orçamento pequenino.

Erro 2: Não interagir com o seu público

Somos animais sociais, por isso é necessário criamos laços e relacionamentos com as pessoas. Na idade das redes sociais, isto é cada vez mais importante.

Há muitas formas de como a sua empresa pode errar nisto, tais como “falar para” os seus fãs, em vez de “falar com” os seus fãs.

Quando o conteúdo dos seus posts está focado na marca e não nos seguidores, isto aborrece as pessoas e torna a página menos apetecível, porque a interação é obtida quando vamos ao encontro do interesse das pessoas, não do nosso.

Crie publicações tendo em conta as dores e desejos das pessoas. Analise os seus fãs e seguidores, e faça um esforço para humanizar a sua marca (mesmo sendo B2B).

Não faça monólogos, procure criar um diálogo entre os seus seguidores e a marca. Partilhe conteúdo relevante e útil para eles, coloque questões em que lhes pede a opinião (toda a gente gosta de dar a sua opinião).

Quando um comentário negativo aparecer, não o ignore, porque pode dar a entender que a sua empresa não valoriza a pessoa o suficiente para lhe responder. Responda de forma individualizada (nada de scripts) para resolver o problema.

Conhecer os fãs da sua página Facebook é fácil ao ver as Estatísticas da sua página (veja na barra de menu em cima, na sua página).

Para vender alguma coisa a alguém, precisa de “calçar os mocassins” dessa pessoa, de saber a quem está a tentar atingir com a sua comunicação. Com as Estatísticas do público, pode ver as publicações que estão a ter mais Gostos e interação, dados demográficos dos fãs e seguidores.

Erro 3: Publicar posts fraquinhos

Ter conteúdo de qualidade é cada vez mais importante, deve ser o alicerce da sua estratégia de marketing.

Conteúdo fraquinho ou demasiado promocional não irá conquistar a confiança nem atenção das pessoas.

Alguns dos erros que as empresas fazem em relação ao conteúdo:

Conteúdo extenso – muito conteúdo nos seus posts normalmente não é o ideal para obter interação das pessoas. A feed de notícias está empanturrada com vários posts a querer a atenção das pessoas. Um post com muito texto pode passar despercebido quando a pessoa está a fazer um scan rápido pela feed de notícias. Eu por vezes tenho boa interação com posts extensos, mas regra geral, cuidado com os posts de 500 palavras 🙂

Conteúdo banal – usar o mesmo tipo de conteúdo e tema torna-se aborrecido. Isto porque o Facebook é uma plataforma muito visual. Por isso publique imagens, vídeos e GIFs com o teto dos seus posts para chamar mais à atenção.

Crie conteúdo relevante, que agrega valor às pessoas, que as ajuda. Faça posts de valor, compactos e que tenham um elemento visual.

Não sobrecarregue os seus seguidores. Sugiro que escreva cerca de 150-300 carateres para a maioria dos seus posts, e que use imagens e vídeos com eles para obter maior interação.

Erro 4: Evitar Facebook Live

É preciso alguma coragem para fazer uma transmissão em direto pela primeira vez, mas é o que lhe sugiro fazer.

Isto porque o Facebook dá prioridade aos Facebook Lives, e se você quer chegar à maioria dos seus fãs, use este formato para lhes dar valor. Os fãs da sua página recebem uma notificação que você está em direto na página, portanto o Facebook já está a ajudar na sua divulgação do Live.

Alguns empreendedores evitam experimentar os Facebook Lives por receio ou timidez. Ajudei recentemente um cliente com isto, uma loja física que vende para o consumidor.

Um dos donos é tão simpático a receber as pessoas que lhe expliquei que ele devia fazer isto num Facebook Live. Sugeri que usassem um novo potencial cliente (alguém que concorde com isto) a entrar na loja, e filmar tudo em direto a mostrar a loja. Funcionou na perfeição, ele teve grande interação (likes, comentários) nesse Live.

Erro 5: Poucos posts

Não é incomum vermos páginas no Facebook que não são atualizadas há algum tempo.

Muitas empresas têm várias contas em redes sociais, e como resultado, algumas páginas acabam por ser negligenciadas.

Isto parece mal, porque as pessoas que vão à sua página e vêem que o último post foi feito 1 mês atrás, podem pensar que o seu negócio está ao abandono.

Crie uma rotina, um calendário em que se compromete a publicar posts frequentemente, talvez 1 por dia ou 1 em cada dois dias, etc.

Quando os seus fãs sabem que você publica posts numa certa rotina, estarão mais propensos para visitar e interagir com a sua página.

Preencha todas as secções sua página, especialmente a secção Sobre, onde pode colocar informação relevante sobre a sua empresa, produtos ou serviços, com um link para o seu website/blog.


E aqui está. Cinco erros comuns que se fazem no Facebook e como os evitar.

O Facebook é um sítio espetacular para se ligar ao seu público-alvo ideal, só que como tudo nos negócios, tem que ser bem planeado e executado.

Facebook: prioridade a sites rápidos

Facebook dá prioridade a sites rápidos

O algoritmo do Facebook é o que determina os posts que nós vemos na feed de notícias.

O objetivo do Facebook é proporcionar uma boa experiência ao utilizador para que ele fique o máximo tempo possível na rede social.

Um dos fatores que o algoritmo do Facebook está a prestar atenção é a velocidade do seu site.

O algoritmo do Facebook é o que determina os posts que nós vemos na feed de notícias. Click To Tweet

Segundo o Facebook, 40% dos utilizadores abandonam um website se ele demora mais de 2-3 segundos a carregar.

Foi isto que levou o Facebook a criar o Canvas (um formato de anúncios) e os Instant Articles, que dão aos criadores de conteúdo uma alternativa de carregamento instantâneo.

Facebook favorece websites rápidos

De acordo com o update do Facebook:

“Com este update [websites rápidos], vamos ter em conta o tempo de carregamento duma página web quando alguém em algum click na feed de notícias na app do Facebook. A ligação à net da pessoa e a velocidade dessa página web será tomado em conta. Se há indicação de que a página web carrega depressa, o link para essa página irá aparecer mais alto na sua feed de notícias.”

Isto significa que websites que carregam depressa terão mais destaque na feed de notícias dos utilizadores (em dispositivos móveis).

Atenção que isto não garante que um mau tempo de carregamento garante baixa prioridade na feed de notícias, assim como um tempo de carregamento rápido não garante uma prioridade alta, mas é um dos fatores que o Facebook considera (à semelhança da Gooogle).

Embora o Facebook não tenha dito isto em público, isto é uma manobra para favorecer os Instant Articles (Artigos Instantâneos) do Facebook.

O que são os Instant Articles?
Os “Artigos Instantâneos” são uma versão alternativa da sua página web que é alojada nos servidores do Facebook.

O resultado disso é que carrega instantaneamente, proporcionando uma boa experiência ao utilizador, e talvez favorecendo esse artigo em relação a outras publicações.

Muitos criadores de conteúdo estão com o pé atrás em relação a este formato devido ao menor controlo (porque está no Facebook, não está no site deles). Mas talvez valha a pena se houver um aumento de visualizações e uma melhor experiência do utilizador.

Eu já uso os Instant Articles e estou satisfeito.

Este update da velocidade já está ativo?

Sim. O Facebook está a dar mais prioridade aos posts que têm links para sites externos que carregam depressa.

Que impacto é que isto vai ter na sua página e na sua marca? Não é fácil responder, mas é do seu interesse melhorar a velocidade do seu site.

Para isso, dou-lhe de seguida algumas dicas (do próprio Facebook) para aumentar a rapidez de carregamento do seu site.

Recomendações do Facebook para melhorar a velocidade do seu site

Estas são recomendações do próprio facebook para que os seus posts que contêm links para o seu website tenham maior prioridade na feed de notícias dos utilizadores.

  1. Minimize redirecionamentos da sua landing page, plugins ou encurtadores de URL.
  2. Comprima ficheiros para diminuir tempo de renderização em móvel.
  3. Melhore o tempo de resposta do servidor ao usar alojamento de multi-regiões
  4. Remova bloqueadores de renderização de javascript
  5. Use uma CDN (content delivery network) para um carregamento do site mais rápido
  6. Remova dados redundantes que não impactam como a página é processada pelo browser.
  7. Otimize imagens para reduzir o tamanho do ficheiro sem diminuir a qualidade visual.
  8. Reduza o tamanho do conteúdo “above the fold” para priorizar conteúdo visual
  9. Use scripts assíncronos para melhorar o tempo de renderização da página
  10. Ajuste o conteúdo de forma dinâmica para dispositivos/conexões à net lentas

Envie estas dicas para o seu developer/pessoa/equipa que gere o seu website, para que eles possam minimizar o tempo de carregamento.

Como testar e melhorar a velocidade do seu site

Eis algumas ferramentas para ajudar a medir a velocidade do seu site. Estas ferramentas dão-lhe também recomendações do que pode melhorar para aumentar a rapidez de carregamento do site.

PageSpeed Insights é a ferramenta da Google que testa a velocidade do seu site tanto em Computadores como em Móveis.

Google PageSpeed Insights

Esta ferramenta dá-lhe ainda uma lista de recomendações que pode seguir para melhorar a velocidade da página.

Otimizações possíveis PageSpeed Insights

Estas otimizações estão disponíveis tanto para a versão Computador como Móvel. Note que o foco deste update do algoritmo do Facebook é em móvel, mas não há razão para ignorar o desempenho do seu site em Computador.

YSlow é uma extensão do Chrome da Yahoo que testa e dá recomendações de velocidade para o site. O interface parece um pouco antigo mas os resultados são fiáveis.

Yslow teste velocidade

WebPagetest faz três testes mostrando os resultados em formato de cascata do desempenho, e uma lista de recomendações para otimizar a velocidade do site.

Os resultados podem ser difíceis de interpretar para quem não tem conhecimentos técnicos, por isso envie isto para o seu developer.

Webpagetest

Dotcom-Monitor faz testes em 24 locais em simultâneo, mostrando o tempo de carregamento em segundos de cada um deles, testando as velocidades da primeira e segunda visita (por causa da cache).

Dotcom-monitor


O seu website é lento?

Já testou o seu website? Que pontuação tem? Há áreas onde consegue otimizar a velocidade dele?

O que são os Artigos Instantâneos do Facebook

Artigos Instantâneos do Facebook

Os Artigos Instantâneos (Instant Articles) permitem aos utilizadores verem os artigos do seu website nos seus dispositivos móveis carregarem instant dentro do próprio Facebook.


HEY. Subscreva-se no canal YouTube:
Botão subscrição canal YouTube

Transcrição do vídeo

Neste vídeo vou-lhe mostrar o que são os artigos instantâneos e como isso pode beneficiar a sua página, a sua empresa, a sua marca.

Olá, o meu nome é João Alexandre e dou-lhe dicas para crescer o seu negócio em menos de 5 minutos.

Então, o que são os Artigos Instantâneos?

Os Artigos Instantâneos são uma forma de carregar os artigos do seu website, mas dentro do Facebook, de forma instantânea.

Isto é aquilo que permite as pessoas verem logo rapidamente na sua feed os seus artigos em vez de irem para o seu website e você correr o risco de perder essas pessoas se o seu website demorar muito tempo a carregar.

Então como é que nós temos acesso a esta funcionalidade do Facebook dos Artigos Instantâneos?

Bem, a primeira coisa a fazer é inscrever-se para os Artigos Instantâneos.

Pode vir a este endereço, vai então selecionar a página ou páginas nas quais quer ativar Artigos Instantâneos.

Depois vai ter a esta Página, no qual vai reparar que está nas Ferramentas de publicação da sua página, e aqui tem acesso aos artigos instantâneos.

Isto está aqui muita coisa e parece complicado, mas até é simples.

Aquilo que tem a fazer é instalar este bocado de código no cabeçalho de todas as páginas do seu website. Ou então, se por acaso tiver WordPress, pode instalar este plugin, aqui neste endereço, que fica também fácil de fazer a conexão entre o Facebook e o seu website.

Depois, tem de submeter 5 artigos para revisão, que só depois de serem aprovados estes 5, é que você agora pode criar automaticamente, sem revisão, um artigo instantâneo, de cada vez que o publicar no seu site.

Só para recapitular, os artigos instantâneos são uma forma das pessoas verem os artigos do seu website [no móvel delas] dentro do próprio Facebook, para que elas não tenham de sair do Facebook e que consigam carregar rapidamente, instantaneamente aqueles artigos.

Se por acaso fossem para o seu website, você corria o risco de as perder se o seu website demorar muito tempo a carregar.

E isto são os artigos instantâneos no Facebook.

Se este vídeo foi útil, Goste, faça um Comentário, Partilhe, porque isto a mim diz-me o tipo de vídeos e conteúdo que você quer ver para que eu o possa ajudar no seu negócio. Obrigado.

O que fazer quando a sua conta foi encerrada pelo Facebook

Ninguém quer que isto lhe aconteça, e no entanto, se você faz anúncios no Facebook, cuidado porque isto não acontece só aos outros.

Se tiver a sua conta banida/desativada, a primeira coisa a fazer é não entrar em pânico.

O ideal é prevenir em vez de remediar, por isso leia este artigo porque pode evitar a sua conta de ser encerrada (mesmo que pense que não está a fazer nada de mal).

Diferença entre uma conta pessoal e o Gestor de Negócios

O Gestor de Negócios é uma plataforma neutral, ele separa-o do seu perfil, o que é bom, porque ninguém quer ficar sem o seu perfil. Se perder a sua conta de anúncios pode vir a ter problemas com o seu perfil.

Por isso vá agora, já já já criar uma conta de Gestor de Negócios em https://business.facebook.com e crie uma conta.

Se por acaso a sua conta pessoal de anúncios já foi desativada, precisa de tomar algumas precauções, por isso leia este artigo.

Algumas das vantagens do Gestor de Negócios são:

  1. Pode criar logo 10 contas de anúncios e 10 píxeis por conta, e depois pode pedir mais a um representante do Facebook, se precisar.
  2. Pode gerir permissões com clientes e colegas.
  3. Se está a usar a sua conta de anúncios pessoal, pode levar todas as suas contas + páginas para o gestor de negócios facilmente.
  4. Pode adicionar membros da equipa ao gestor de negócios para que eles possam gerir outras contas sem obrigar o cliente a fazer isto.
  5. Pode partilhar públicos entre contas de gestor de negócios

Use apenas um método de pagamento na conta que usa frequentemente. Crie apenas UMA conta de anúncios com um método de pagamento e deixe as outras por agora (pode criar mais contas de anúncios no gestor de negócios e não tem de adicionar método de pagamento).

Amadureça o seu píxel e páginas

Amadurecer o píxel significa colocá-lo em todo o seu website e em landing pages onde converter visitantes para leads ou em vendas.

  1. O Facebook não é tão rígido com contas, píxeis e páginas que têm altos níveis de interação e partilhas.
  2. Se está num nicho de mercado arriscado/competitivo, comece com anúncios fáceis que são AUTOMATICAMENTE aprovados.
  3. Faça vídeos e transmissões em direto e incentive a sua lista de email a ir a esses posts e interagir (fazer gosto, comentário, partilhar).
  4. Verifique que não está a fazer promessas ou a escrever palavras proibidas na descrição da sua página ou anúncio.

Invista o seu tempo a acompanhar a sua página e a sua conta de anúncios, e não comece logo a criar anúncios arriscados – comece devagarinho com anúncios simples e que sabe que serão aprovados.

Quando as coisas correm mal – anúncios reprovados

Existe uma diferença entre um anúncio que é reprovado imediatamente vs outro que esteve a correr durante algum tempo e depois é marcado/reprovado.

Se está a ter reprovação automática nos seus anúncios, eis algumas causas prováveis:

  1. Url de visualização (mostrar ligação): quando a url de visualização é diferente da URL da landing page.
  2. Redirecionamentos na landing page: se a sua landing page redireciona para ouro tipo de página ou tem pop-ups intrusivos, será marcada para revisão.
  3. URL marcada/blacklisted: se a url está em qualquer “lista negra”, será marcada imediatamente para reprovação.
  4. Palavras que não se devem usar: para saber isto leia os padrões da comunidade das políticas de publicidade do Facebook.

Se os seus anúncios forem desaprovados após bastante tempo de os ter publicado, verifique isto:

  1. Frequência: isto refere-se à quantidade de tempo que o seu anúncio está a correr. Se as pessoas estão a ver o mesmo anúncio muitas vezes, eles podem dar feedback negativo ou esconder o anúncio, o que vai fazer com que o Facebook desaprove os anúncios.
  2. Feedback negativo + denunciar: isto vai fazer com que o Facebook preste mais atenção ao seu anúncio e à sua conta (de forma negativa para si).

Eis então o que deve fazer…

  1. Às 9 da manhã em dias úteis vá a facebook.com/business/resources
  2. Em “Principais perguntas” irá ver dois ou três ícones: Perguntar à comunidade, Enviar email e/ou Chat.
  3. Fale com um representante do Facebook para perceber qual é o problema. Poderá ou não ter uma boa resposta, mas é mais rápido do que tentar pedir ajuda a partir do Gestor de Anúncios/Power Editor.

Lembre-se que um anúncio pode ser desaprovado por causa do ANÚNCIO, da LANDING PAGE, da PÁGINA facebook, ou da CONTA de anúncios. Por isso saiba onde é que está o problema.

  • Experimente o mesmo anúncio a partir doutra conta de anúncios e da mesma página.
  • Experimente o mesmo anúncio a partir da mesma conta de anúncios e duma Página diferente.
  • Experimente um anúncio diferente (fácil de ser aprovado) com a mesma conta de anúncios e com a mesma Página.
  • Experimente um anúncio diferente (fácil de ser aprovado) com a mesma conta de anúncios e uma Página diferente.
  • Experimente um anúncio diferente (fácil de ser aprovado) com uma conta de anúncios diferente e com a mesma Página.

Após ter percebido onde está o problema, precisa de correr vários anúncios fáceis (anúncios de interação) só para os ter aprovados, deixe-os andar durante algumas horas e depois desative-os. O objetivo disto é fazer “reset” à conta de anúncios para que as aprovações comecem a ser automáticas.

Quando as coisas correm mal – contas desativadas

Pode acontecer, pode acontecer. Eis o que sugiro que faça, se isso acontecer. Se a sua conta PESSOAL de anúncios for encerrada, o processo é um pouco mais dramático.

  1. Peça a um amigo, colega ou familiar em quem confia.
  2. Vá à casa deles (para estar num IP diferente).
  3. Peça-lhes que criem uma nova conta de gestor de negócios.
  4. Crie uma nova conta de anúncios.
  5. Crie uma nova Página empresarial Facebook
  6. Adicione um novo método de pagamento que não tinha usado ainda.
  7. Peça-lhes para o(a) adicionarem como admin da página e da conta.

Se não foi uma conta pessoal que foi encerrada, mas sim uma conta de anúncios do gestor de negócios, então pode ignorar esta lengalenga dos IPs dos amigos/família, e fazer isto: criar simplesmente uma nova conta no gestor de negócios, criando também uma nova página facebook, adicionar um método de pagamento a ela e voilá.

Também pode ir ao apoio pelo chat mencionado anteriormente e pedir por favor para lhe reativarem a conta, se tiver a certeza que não quebrou nenhumas regras (das políticas de publicidade do Facebook).

Como se proteger

O ideal é prevenir para não ter de remediar, mas se está a ler este artigo, provavelmente já não foi a tempo.

Mas eis algumas dicas para lidar com isto:

  1. Teste anúncios antes de fazer uma “carrada” deles. Faça apenas um e publique-o antes de começar a duplicar vários conjuntos de anúncios duma vez, porque eles podem ser todos reprovados. Se o anúncio que criou for aprovado, então está ok para começar a duplicar outros conjuntos de anúncios.
  2. Leia as políticas de publicidade do Facebook:
  3. Vários administradores. Tenha outras pessoas (de confiança) como administradores da conta caso alguma coisa aconteça.
  4. Não coloque métodos de pagamento numa conta de anúncios a menos que queira mesmo usá-la (pode criar contas sem precisar de adicionar método de pagamento).
  5. Comece a usar o Gestor de Negócios e deixe de usar a sua conta de anúncios pessoal.
  6. Seja persistente e cauteloso(a).

Você já teve problemas com a sua conta?

Como partilhar um anúncio Facebook

Partilhar anúncio com colega

Quer mostrar o seu anúncio a um colega?

Duplique o anúncio, faça pré-visualização, e depois clique para partilhar o link.

Psst. Subscreva-se no canal YouTube:
Botão subscrição canal YouTube

Transcrição do vídeo
Neste vídeo vou-lhe mostrar como você pode partilhar um anúncio para mostrar a outra pessoa.

Olá, o meu nome é João Alexandre e dou-lhe dicas para crescer o seu negócio em menos de 5 minutos.

Então, eu estou aqui no meu Power Editor, e eu venho a Editar um anúncio para editar este anúncio.

Abre aqui esta janela, venho aqui à secção de Pré-visualização do anúncio, clico nesta caixinha com a seta para a diagonal direita, e depois seleciono Partilhar uma ligação.

Isto abre uma nova janela, onde está aqui este link, que posso copiar para a minha área de transferência, e depois colar num email ou numa mensagem.

Depois a pessoa quando clicar neste link, vai conseguir ver o seu anúncio.

E para que é que isto é bom? Isto é bom para mostrar a alguma pessoa, a algum colega ou amigo, ou algum profissional, para essa pessoa lhe poder dar feedback, ou pelo menos para ver o seu anúncio.

E é assim que se partilha um anúncio no Facebook.

Espero que este vídeo tenha sido útil. Goste, faça um comentário, porque isto a mim diz-me o tipo de vídeos e conteúdo que você quer ver, para que eu o possa ajudar no seu negócio. Obrigado.

Como ser verificado pelo Facebook com símbolo azul

Não era porreiro ter um símbolo de verificação azul na sua Página, ou no seu perfil?

Isto mostra às pessoas que a sua página é importante, pois foi verificada pelo Facebook.

Para verificar a sua página, saiba primeiro se ela está em conformidade neste link: https://www.facebook.com/help/1288173394636262

Se estiver, então pode aceder a este link para fazer o seu pedido de verificação: https://www.facebook.com/help/contact/342509036134712

Veja o vídeo abaixo.

Psst. Subscreva-se no canal YouTube:
Botão subscrição canal YouTube

Transcrição do vídeo
Neste vídeo vou-lhe mostrar como colocar um símbolo de verificação azul ou no seu perfil.

Você deve colocar um símbolo de verificação azul na sua página ou no seu perfil porque não só parece bem como também gera prova social e a pessoa sabe que está a lidar com uma página que está verificada pelo Facebook. Então vamos lá saber como fazer isto.

A primeira coisa a fazer é vir aqui a esta URL, a esta página, que diz como posso pedir um símbolo de verificação azul, e aqui nesta página nós podemos ter informação do que é que interessa relativamente a este símbolo de verificação azul, que o Facebook diz que informa as pessoas que uma Página ou perfil de interesse público é autêntico.

E para pedir um símbolo de verificação azul, a nossa página tem de estar em conformidade com os termos de serviço do Facebook, e deve ter uma foto de capa, uma foto de perfil, um nome que siga as normas do Facebook, conteúdos publicados naquela conta, e para o caso de perfis, a funcionalidade Seguir ativada.

Para fazer isto só temos basicamente de vir aqui a este link e clicar neste link para ir para este formulário.

Eu já tenho o formulário aberto, que é isto, e este é o formulário no qual vamos pedir ao facebook para ele colocar um símbolo azul na nossa página ou nosso perfil.

Aqui neste exemplo eu vou pedir ao Facebook para ele colocar na minha página. Eu tenho um perfil, mas eu vou pedir para ele colocar isto na minha página oficial de João Alexandre.

Já selecionei qual é a minha Página e já escolhi também um ficheiro, que é um ficheiro que temos de fazer upload para o Facebook para mostrar que somos autênticos, ou seja, para verificar a nossa conta.

No caso de ser uma pessoa, é algum tipo de documento do Governo, por exemplo, uma carta de condução que é o que eu tenho aqui, para mostrar ao Facebook que nós somos autênticos.

Se quiser verificar outra coisa que não seja uma pessoa, por exemplo, se tiver uma empresa na qual quer verificar a sua Página, então deve ter algum tipo de documento, um pagamento do telefone, ou um pagamento da água, ou da eletricidade, uma coisa que garante que é ali naquela morada que mora a sua empresa.

Depois disto, preenchemos aqui em baixo informações adicionais que temos que explicar ao Facebook porque é que a nossa conta deve ser verificada.

E eu vou preencher o meu.

E eu aqui já escrevi o meu, e agora vou clicar em Enviar. Depois vamos ter a esta página, a qual é a confirmação que nós enviámos o nosso pedido de verificação da página ou perfil do Facebook.

Agora o que há a fazer, é aguardar e esperar que a nossa página, ou o nosso perfil, sejam verificados pelo Facebook e que apareça lá o símbolozinho azul da verificação da Página, que é uma coisa que parece bem e mostra às pessoas que a nossa página está verificada pelo Facebook.

Espero que este vídeo tenha sido útil.

Se gostou deste vídeo, Goste, partilhe, faça um comentário, porque isto a mim diz-me o tipo de vídeos e conteúdo que você quer ver para que possa ajudar no seu negócio. Eu sou o João Alexandre, e espero que este vídeo tenha sido de grande valor para si. Obrigado.

Hacking aos Anúncios Facebook

Neste artigo abordamos os seguintes tópicos:

  1. Como ter mais prova social (likes etc.) nos anúncios
  2. Como dar a conhecer a minha loja?
  3. Como chegar a certas pessoas dentro dum público?
  4. O que fazer com anúncios que não têm resultados?
  5. Como obter ajuda do Facebook para os anúncios?
  6. Como otimizar para conversões sem o píxel?
  7. Como promover o meu ginásio em 6 meses?
  8. O que é um bom CPC (custo por clique)?
  9. Mudar o orçamento impacta desempenho dos anúncios?
  10. Usar janela de atribuição de 1 ou de 7 dias?
  11. BÓNUS: como instalar o píxel no meu site?

Espero que este artigo lhe seja de grande valor.

#1 – COMO TER PROVA SOCIAL

nos seus anúncios (mais likes, comentários, etc.)

Numa rua temos dois restaurantes. Se um tem uma grande fila e o outro não tem ninguém à porta, provavelmente vai pensar que o primeiro é um bom restaurante.

Num post/anúncio Facebook, é a mesma coisa. Quando há muitos Gostos, comentários e partilhas, as pessoas prestam mais atenção e interagem.

Quando duplicamos conjuntos de anúncios, o Facebook cria novos anúncios duplicados, mas que são novos, ou seja, os Gostos e interação que teve no anúncio original, não vão para os anúncios duplicados.

Para termos todos os gostos, comentários e partilhas a irem todos para o mesmo anúncio, encontramos a identificação (ID) do anúncio e apontamos todos os anúncios para o mesmo.

Passo 1: Aceda às Publicações de página
Publicações de Página

Passo 2: Encontre a sua publicação, seja post ou anúncio
Publicações de página (e anúncios)

Passo 3: Copie este número (ID do post)
Copiar ID de post de anúncio

Passo 4: Cole a ID em Utilizar publicação existente (na vista Anúncio)
Utilizar publicação existente

Resultado: Agora todos os Gostos, Comentários e Partilhas irão todos para o mesmo anúncio, concentrando toda a prova social num único sítio, para fazer bom uso do seu dinheiro.
Anúncio Facebook

#2 – COMO DAR A CONHECER

a minha loja/estabelecimento às pessoas?

Antigamente havia um objetivo de campanha de “Local Awareness” que se podia selecionar, que era um bom objetivo para dar a conhecer um estabelecimento físico local às pessoas.

Nos últimos tempos o Facebook consolidou os seus objetivos, eliminou alguns e fez uma fusão de outros como forma de facilitar as coisas aos anunciantes.

Objetivos de Campanha

Agora, há dois tipos de objetivos que recomendo usar para dar a conhecer um negócio físico local às pessoas: Divulgação da marca, e visitas à loja.

No entanto sugiro que escolha Divulgação da marca e que segmente a nível local.

Passo 1: Selecione Divulgação da marca (objetivo Campanha)
Objetivos de Campanha (divulgação da marca)

Passo 2: Defina o seu público para a sua localidade
Definir público local

Resultado: Estará a divulgar a sua marca e a dar a conhecer o seu estabelecimento a pessoas nos arredores. É mais prático do que visitas à loja, que também pode experimentar, mas requer passos adicionais (ver imagem).

Objetivos de Campanha

Visitas à loja

#3 – COMO CHEGAR ÀS PESSOAS

certas dentro dum público?

Como pode chegar a um conjunto de pessoas específicas que existem dentro dum público, mas que não têm critérios de segmentação que as possamos escolher.

Por exemplo, suponha que quer chegar a pessoas que são gestores e que estão à procura de contratar outros gestores dentro dum mercado específico.

Chegar às pessoas certas

Aqui temos de dar um passo atrás, e usar a copy do nosso anúncio para falar diretamente para esse conjunto de pessoas, ou seja, usamos o texto no anúncio para filtrar as pessoas que queremos daquele público.

Passo 1: Na copy do seu anúncio, fale diretamente para a pessoa, através do cargo, função ou ação que quer que tomem. No exemplo abaixo estou a segmentar para pessoas que fazem anúncios no Facebook, e daqueles que fazem anúncios, quero atingir quem quer fazer anúncios Messenger (nem todos sabem fazer, veja o meu artigo Anúncios Messenger: Guia Completo).

Anúncio Messenger

Eis outro exemplo, onde estou a chamar a atenção dos marketers na minha copy.
Chamar atenção do público na copy

Resultado: Estará a chegar às pessoas certas dentro dum público-alvo que definiu. Esta é a forma de atingir um subgrupo de pessoas dentro dum público que de outra forma não consegue alcançar através das opções de segmentação do Facebook.

#4 – LANCEI UM ANÚNCIO HOJE

e não está a ter resultados, o que fazer?

Um dos problemas que vejo nos meus clientes e alunos é a impaciência. Não dão tempo suficiente para os anúncios correrem e serem mostrados às pessoas.

O Facebook precisa de tempo para otimizar o seu anúncio, ou seja, mostrar às pessoas que estão mais inclinadas para tomar o tipo de ação baseado no objetivo da campanha que escolheu (ex.: tráfego, conversões).

Para isso tem de esperar tempo suficiente, e após isso, se não estiver a ter resultados, analise aquilo que eu chamo das “métricas de resolução de problemas”, para perceber o que há de errado.

Tablet e login Facebook

Passo 1: Espere 24-36 horas antes de ver estatísticas do anúncio, antes de tirar quaisquer conclusões. A paciência é uma virtude.

Rapariga em meditação relax

Passo 2: Veja estatísticas principais relacionadas com objetivo. Se for Tráfego, veja custo por clique, se for Conversões, veja custo por lead, etc. para os outros objetivos.

Métricas principais de objetivos

Passo 3: Se os anúncios tiverem com fraco desempenho, veja as métricas de resolução de problemas:

  • CTR (taxa de cliques)
  • Classificação de relevância
  • Frequência
  • Taxa de conversão

CTR (taxa de cliques): As pessoas clicam no anúncio mas não se convertem? Isso significa que o seu anúncio pode ser bom, mas a sua landing page tem problemas que precisa resolver. Mais de 1% é uma taxa de cliques decente.

Classificação de relevância: A classificação de relevância é menor que 6? Então o anúncio não é relevante para o público que definiu. O ideal é ter acima de 6.

Frequência: Qual a sua frequência? Esta é o n.º de vezes que o seu anúncio foi mostrado à mesma pessoa. Se mostrar muitas vezes, poderá ter feedback negativo. Mantenha em 1 a 4.

Taxa de conversão: E a sua taxa de conversão? As pessoas convertem-se na sua página? Se não, o problema está na sua landing page ou na sua oferta, ou seja, a sua landing page até pode ser boa, mas a sua oferta não é boa para o público que escolheu.

Resultado: Ao ser paciente antes de tirar conclusões, poderá analisar o verdadeiro impacto dos seus anúncios. Se mesmo assim não estiver a ter resultados, verifique as métricas principais relacionadas com o objetivo de campanha, e após isso, as métricas de resolução de problemas.

#5 – COMO OBTER AJUDA

do Facebook para os meus anúncios?

É normal ter dúvidas e problemas que possa estar a ter no Facebook, particularmente com os seus anúncios.

Acontece algum problema com os seus anúncios, ou com a sua conta, e precisa de resolver este problema, comunicar com alguém.

Por vezes é uma dúvida que precisamos genuinamente de resolver, outras vezes é um problema do próprio Facebook, que causa bugs e glitches que nos dificultam a vida.

Poucas pessoas sabem como contactar o Facebook. Mas eu vou-lhe mostrar – porque sou bom rapaz.

Homem a segurar escadas

Passo 1: Aceda a este link: https://www.facebook.com/business/resources

Página de ajuda do Facebook

Passo 2: Escolha o tipo de ajuda (comunidade, chat)
Comunidade ou chat

Resultado: Ao aceder a essa página, poderá consultar os documentos de ajuda do Facebook, e se precisar de suporte adicional, pode colocar uma pergunta aos outros utilizadores, ou falar via Messenger com um representante do Facebook (dias úteis, e horas limitadas).

#6 – OTIMIZAR P/ CONVERSÕES

sem o píxel do Facebook?

Como otimizar para conversões sem o píxel do Facebook?

Por exemplo, suponha que está a vender bilhetes para um cliente, e o site deles não é seu, ou não permite colocar o píxel.

O que fazer?
Comprar bilhete para concerto

Passo 1: Crie um anúncio de Conversões para incentivar à venda do bilhete (ou seja o que for que estiver a vender para o cliente)
Anúncio icone

Passo 2: Leve as pessoas para uma landing page que você controla, e coloque aí o píxel do Facebook.

Passo 3: Crie um evento padrão de “Purchase” para disparar quando alguém clica no botão Comprar (que leva para o tal website que você não controla)

Evento padrao em Comprar

Passo 4: A nível do conjunto de anúncios, selecione “Compra”. Isto diz ao Facebook qual o evento para o qual queremos otimizar a conversão.

Otimizar para Compra (evento padrão)

Passo 5: Em adição a isso, ainda no Conjunto de anúncios, selecione “Cliques na ligação” na secção de Otimização e publicação.

Cliques na ligação (anúncio Conversões)

Resultado: Selecione o objetivo de Conversões, e para otimizar as conversões para “Purchase”, o Facebook irá mostrar o seu anúncio às pessoas mais inclinadas para tomarem.

Depois, é da responsabilidade da sua landing page de convencer as pessoas a comprar o bilhete, que ao clicar no botão, leva para o site externo onde a compra poderá ser feita.

Isto é uma forma de poder otimizar para conversões quando não temos acesso ao website que faz a venda para colocarmos lá o píxel.

Nota do João: Poderia colocar o evento padrão de Compra na página de obrigado da tal bilheteira online – se tivesse acesso ao site deles. Mas mesmo que tivesse, se o bilhete for caro, poucas pessoas iriam comprar, o que não iria dar dados suficientes ao Facebook para mostrar o seu anúncio às pessoas mais inclinadas a comprar.

#7 – COMO PROMOVER

o meu ginásio em 6 meses?

Suponha que quer promover o seu negócio, ou que quer promover o ginásio dum cliente no qual tem um contrato de 6 meses para lhe captar mais leads e clientes.

Iria fazer anúncios para levar as pessoas para uma landing page com uma oferta para as converter como leads?

Não é sensato fazer isto, mês após mês. É bom mostrar ao cliente a captação de leads para mostrar resultados, mas não devemos fazer campanhas de conversão continuamente, porque o seu público estaria saturado ao fim desses 6 meses neste segmento de mercado, especialmente se for a nível local.

Temos de abordar isto de maneira diferente.

Pessoas num ginásio

Passo 1: Qual é o objetivo do negócio, deste ginásio? Tudo começa aqui. É branding, leads, vendas?

Dardos (setas) em alvo a azul

Passo 2: Vamos partir do princípio que o objetivo é vender mensalidades de ginásio. Crie uma campanha de Divulgação de marca ao longo dos 6 meses, variando as imagens e copy do anúncio.

Objetivos de Campanha (divulgação da marca)

Passo 3: Faça campanhas de conversão ocasionais com anúncios de retargeting para quem visitou as landing pages dos anúncios de Divulgação da marca. Isto pode ser na forma dum desconto ou promoção. Pode ocasionalmente experimentar para públicos frios também.

Anúncio para landing page com promo

Resultado: Ao fazer isto estará a dar a conhecer-se primeiro ao seu mercado antes de lhes tentar impingir alguma coisa.

As campanhas de Divulgação de marca podem levar para um artigo ou páginas que mostram os bastidores do ginásio, um “antes e depois”, etc.

As campanhas de conversão são feitas ocasionalmente para as pessoas que já o conhecem, podendo experimentar também para públicos frios.

As campanhas de divulgação da marca são para ser feitas continuamente, as campanhas de conversão são para ser feitas ocasionalmente, e em conjunção às outras.

#8 – O QUE É UM BOM

CPC (custo por clique) para o meu anúncio?

Perguntar quanto é um bom custo por clique é como ir a um stand automóvel e perguntar quanto custa um carro.

O vendedor vai olhar para si com pena, ou rir-se na sua cara, e depois perguntar-lhe se o carro é novo ou usado, a gasolina ou gasóleo, comercial ou de passageiros, etc.

Gestor comercial

Suponha que o seu custo por clique é de 2 euros, e você está a vender T-shirts. É mau.

Suponha que o seu custo por clique é de 2 euros, e você está a captar leads quentinhas para imobiliário. É bom.

Passo 1: Determine o seu objetivo. Está a fazer anúncios porquê? Porque está na moda ou porque o João disse? Ou está à procura de atingir alguma coisa em concreto para o seu negócio ou atividade?

Seta e lâmpada

Passo 2: Verifique as suas métricas mais importantes, relacionadas com o objetivo de campanha que escolheu. Por exemplo, numa campanha de Conversões, veja o custo por lead, numa campanha de Interações, veja o custo por Interação (Like).

  • Qual o CTR (taxa de cliques)?
  • Qual a Frequência (manter 1-4)?
  • Qual a Classificação de relevância
  • As pessoas estão a comentar, gostar?

Passo 3: Se o seu custo por clique for elevado, analise a sua taxa de cliques (diferente de custo por clqiue). Se a sua taxa de cliques for > 1%, reveja o seu Público; se a sua taxa de cliques for < 1%, reveja o seu anúncio (copy, imagem) e o seu público. Homem e analítica

Resultado: Um custo por clique é baixo ou elevado conforme o que estiver a vender e conforme o seu objetivo. Se acha que o seu CPC é elevado, analise outras métricas para perceber o que está a falhar.

Pode ser que o seu anúncio não seja relevante para o público que definiu, ou a sua landing page que tem de ser melhorada, ou a sua oferta que também tem de ser melhorada, ou simplesmente, pode não ser a oferta mais adequada para o público que definiu.

#9 – MUDAR O ORÇAMENTO

impacta o desempenho dos meus anúncios?

Resposta curta é que mudar o seu orçamento não impacta o desempenho dos seus anúncios.

Imagine que criou uma campanha e definiu o orçamento para 10 euros por dia, há dois dias. No primeiro dia gastou os 10 euros, no segundo dia gastou os 5 euros, e hoje ainda não gastou nada do orçamento. Os anúncios não estão a gastar o seu orçamento.

Mudar o seu orçamento não iria impactar os seus anúncios.

O desempenho dos seus anúncios está dependente da sua segmentação, ou seja, o público que definiu, e da qualidade do anúncio em si (bom copywriting, boa imagem).

Público facebook definir

Passo 1: Veja as suas métricas principais relacionadas com o objetivo de campanha que escolheu (ex.: Tráfego, veja custo por clique; Conversões, veja custo por lead)

Algumas estatísticas

Passo 2: Veja a Classificação de relevância do anúncio. Se for abaixo de 6, o seu anúncio não é relevante para o público que definiu, e o Facebook irá mostrá-lo menos vezes às pessoas. Trabalhe no seu anúncio e landing page até estar igual ou superior a 6.

Classificacao de relevância

Passo 3: Veja as outras métricas de resolução de problemas. Além da Classificação de relevância, veja também o CTR (taxa de cliques), a Frequência, e a taxa de conversão. E reveja o seu público, porque poderá estar aí o seu problema, que não está a segmentar para um bom público. Veja o artigo do Guia Completo Públicos Personalizados.

Resolução de problemas (chave fendas)

Resultado: Se o orçamento que definiu não estiver a ser gasto por completo, poderá ser devido a uma variedade de razões, mas mais provavelmente será devido a 1) maus critérios de segmentação do seu público e 2) fraco anúncio.

Também pode ser que o público que escolheu seja muito atingido por outros anunciantes no Facebook, e eles têm melhores anúncios do que os seus (porque acompanham os meus conteúdos :), fazendo com que os anúncios deles sejam mais mostrados. Reveja o seu público e as suas métricas para perceber onde está o problema.

Dica bónus: experimente fazer lances manuais, e coloque um valor mais elevado do que o custo por clique médio que tem atualmente nos seus anúncios. Isto vai fazer com que o seu anúncio tenha mais hipóteses de ser mostrado mais vezes do que os dos seus concorrentes.

#10 – CONVERSÕES

usar janela de atribuição de 1 ou 7 dias?

Deve usar uma janela de atribuição de 1 ou 7 dias?

Quando o seu objetivo de campanha é Conversões, na secção de Otimização e publicação (a nível do Conjunto de anúncios), há uma opção para escolher se quer otimizar para cliques de 1 dia ou de 7 dias.

Isto significa que é o tempo que demora após alguém clicar no seu anúncio e tomar a ação que quer que eles tomem após aterrarem na sua landing page.

Pessoalmente uso o clique de atribuição de 1 dia, e é o que sugiro aos meus clientes e coachees.

Se alguém for para uma landing page para se inscrever numa aula grátis minha, ou ebook, etc., é 1 dia que deve ser: as pessoas não estão a comprar um carro, isto é uma decisão rápida.

Explicação da janela de atribuição

Passo 1: A nível do conjunto de anúncios, seleciona Clique de 1 dia. Isto fará com que a conversão, se correr no espaço de um dia, seja atribuído anúncio do Facebook.

Otimizar para cliques de 1 dia

Passo 2: Depois de deixar correr os anúncios algum tempo, vá ao seu Gestor de Anúncios e selecione Personalizar colunas.

Personalizar colunas

Passo 3: Por defeito, está como clique de 28 dias e visualização de 1 dia. Aqui pode selecionar as janelas de comparação para analisar os dados respetivos a elas que aparecem nas estatísticas dos seus anúncios.

Alterar janela de atribuicao

Janela de atribuicao cliques e visualizaçoes

Passo opcional: Para alterar a predefinição da janela de atribuição, vá a este link e selecione a sua janela de cliques e janela de visualização.

Janela atribuição por defeito

Resultado: As janelas de atribuição são definidas a nível do Conjunto de anúncios, na secção de Otimização e publicação. Sugiro que selecione Cliques de 1 dia, porque é o mais indicado para a maioria das pessoas.

Se estiver no entanto a vender produtos que requerem um elevado investimento (pense num carro ou numa casa), então é mais apropriado janelas de atribuição maiores.

#BÓNUS: PÍXEL

como instalar o píxel no seu site

O píxel do Facebook é o que permite otimizar para conversões e fazer anúncios de retargeting. É uma maravilha.

Pessoalmente, uso o Google Tag Manager para instalar o píxel, mas se o seu website estiver criado num gestor de conteúdos como o WordPress, poderá em plugins instalar o píxel do Facebook facilmente.

Veja também este artigo para uma forma alternativa de instalar o píxel do Facebook no seu site WordPress.

Screenshot site wordpress.org

Passo 1: Crie ou aceda ao código do seu píxel neste endereço:
https://www.facebook.com/ads/manager/pixel/facebook_pixel/. Se já criou o seu píxel selecione Ver código do píxel e esta janela irá abrir. Nota: pode criar 10 píxeis se tiver Gestor de Negócios.

Ver código do píxel

Código do píxel

Passo 2: Instale um dos seguintes plugins para colocar o píxel do Facebook no seu website.

Resultado: Com o seu píxel instalado, poderá otimizar para conversões específicas com eventos padrão (Compra, Lead, etc.) e conversões personalizadas. É com o píxel que podemos fazer anúncios de retargeting para as pessoas.

Por exemplo, posso criar um anúncio para levar as pessoas para um artigo no meu site em que falo sobre como ter um jardim doméstico, mesmo que more num apartamento.

Depois, faço anúncios retargeting, para as pessoas que viram esse artigo, para as levar para uma landing page onde tenho um ebook para lhe dar sobre “Como plantar amoras de deitar água na boca no seu jardim doméstico”.

Assim estou a captar leads, entram no meu funil de marketing automatizado e mais tarde, eventualmente poderão converter-se para uma Workshop sobre jardins domésticos e horticultura.

O céu é o limite. Eu dei-lhe as ferramentas e todo este conhecimento gratuitamente. Agora está na altura de implementar. Deixe-me orgulhoso.

Chihuaua com flor

Pequeno truque anúncios Facebook

Neste vídeo vou-lhe mostrar um truque para baixar o custo dos seus anúncios e aumentar o envolvimento das pessoas no Facebook.

Veja o vídeo abaixo.

Psst. Subscreva-se no canal YouTube:
Botão subscrição canal YouTube

Transcrição do vídeo

Neste vídeo vou-lhe mostrar um truque para baixar o custo dos seus anúncios e aumentar o envolvimento das pessoas no Facebook.

Olá, o meu nome é João Alexandre, e dou-lhe dicas para crescer o seu negócio em menos de 5 minutos.

Isto é uma das coisas que tenho feito ultimamente para mim e tem funcionado bem: um dos problemas dos anúncios Facebook é que às vezes as pessoas parece que cheiram os anúncios…

E você não quer que eles cheirem os anúncios. Você quer que eles percebam que você está a agregar valor a eles.

Para tornar os seus anúncios mais naturais, eu tenho feito isto para mim, e tem dado bons resultados na minha página, nos meus anúncios, nos meus posts.

Mas antes de começar, temos de perceber uma métrica do Facebook, que se chama, a Classificação de Relevância.

A classificação de Relevância é uma pontuação de 1 a 10, que mostra quão relevante é o nosso anúncio, para as pessoas, das quais estamos a atingir.

O ideal é ter uma classificação de relevância de 6 ou acima de 6, portanto, se ainda não tem uma classificação de relevância nos seus anúncios de 6 ou acima de 6, por favor trabalhe nos seus anúncios para conseguir que eles fiquem com o máximo de pontuação possível.

Como é que a classificação de relevância é atribuída?

O Facebook atribui a classificação de relevância para os nossos anúncios com base numa série de fatores, entre eles, a copy, ou seja, o texto do seu anúncio ou do seu post, a imagem ou vídeo que está a usar, e quão relevante, ou não, a sua landing page, ou seja, a sua página de destino para as pessoas que vão clicar [no anúncio] para irem para a landing page.

O Facebook vai [pegar] em todos estes fatores e vai atribuir uma pontuação especificamente para cada um dos seus anúncios, e quanto mais elevada for a sua classificação de relevância, mais baixo vai ser o custo dos seus anúncios.

Porque isto nos diz a nós, e o Facebook está dizer-nos, que o nosso anúncio é relevante para aquelas pessoas que estamos a atingir, para o público-alvo que estamos a definir, que nós segmentámos, juntamente com os outros fatores, como a landing page, copy, imagem, texto, etc.

Uma forma de conseguir uma boa classificação de relevância é, no seu anúncio, você escrever bastante texto, mas bastante texto apelativo, não é escrever por escrever.

E nesse texto, escrever tanto texto no seu anúncio que o texto fica truncado, ou seja, vão aparecer aqui estes três pontinhos, e depois, o Ver mais.

E as pessoas, para verem mais, se acharem que o post ou o anúncio é interessante, têm de clicar, e depois vai revelar o resto do texto.

Isto é um dos fatores que contribui para que o Facebook atribua uma boa classificação de relevância porque a pessoa quando clica no Ver mais ela está a dizer ao Facebook, “olha, eu estou interessado, eu quero saber mais, este anúncio é relevante para mim.

Isto mostra ao Facebook que o anúncio é relevante para aquela pessoa e vai aumentar a sua classificação de relevância.

Trabalhe na sua classificação de relevância para ter o máximo possível de pontuação que conseguir, sendo que, se tiver um 9 ou um 10, isto significa que você ganhou.

Você venceu. O seu anúncio é altamente relevante para a pessoa que está a atingir, para o público-alvo que definiu e segmentou.

Assim vai conseguir baixar o custo dos seus anúncios, vai aumentar o envolvimento das pessoas, a nível de comentários, gostos e partilhas, e vai agregar uma boa experiência ao utilizador, nas pessoas, no Facebook.

Espero que este vídeo tenha sido útil, Goste, faça um comentário, partilhe, porque isto a mim diz-me o tipo de vídeos e conteúdo que você quer ver para que eu o(a) possa ajudar no seu negócio.

Como fazer post como Página num Grupo + Ligar Grupo Facebook a Página

O Facebook permite ligar um Grupo Facebook a uma Página.

Muitos administradores de Página que gerem Grupos têm sido bem acarinhados pela adição de funcionalidades aos grupos que o Facebook nos tem dado.

De entre as várias funcionalidades dos grupos lançadas em 2017, esta é uma das que mais jeito dá a admins de página.

Como ligar um Grupo Facebook a uma Página


Psst. Subscreva-se no canal YouTube:
Botão subscrição canal YouTube

Instruções em texto:

  1. Và à sua Página e clique em Definições.
  2. Clique em Editar página
  3. Faça scroll abaixo até aos separadores
  4. Clique Adicionar separador lá em baixo
  5. Selecione Grupos
  6. Arraste o separador de Grupos para onde quiser
  7. Clique em Definições: aparece a URL onde estão todos os Grupos ligados
  8. Volte para a Página e veja o separador Grupos no menu da esquerda
  9. Clique no separador Grupos e depois no botão Ligar o teu grupo
  10. Poderá associar outros grupos ou criar um novo aqui
  11. Agora pode publicar no seu Grupo como Página em vez do seu perfil
  12. Selecione no menu da setinha invertida de que página/pessoa quer publicar

Como publicar como Página Facebook num Grupo

Algo que muitos administradores de página queriam há muito tempo era poder publicar como Página (em vez de perfil pessoal) no Grupo.

Após o seu Grupo estar ligado à sua Página, irá ver essa opção quando for criar uma nova publicação ou comentário.

Simplesmente clique no canto direito da setinha invertida para mudar o comentário/post, para ser publicado a partir da sua Página.

Publicar como Página

Note que “João Alexandre” é o nome da minha Página: estou a publicar como página, não como perfil pessoal.

Para muitos Grupos, publicar como você (com o seu perfil) poderia fazer sentido. Os Grupos são uma comunidade, um conjunto de pessoas com os mesmos interesses.

No entanto, para marcas e algumas empresas, e talvez colaboradores que gerem o Grupo, pode fazer sentido permanecer anónimo (até por razões de privacidade).

E aí é que esta funcuionalidade dá jeito. Além disso, também resolve o problema dos perfis falsos.

Como é que isto parece na Página

Após o seu grupo estar ligado à página (e ter adicionado o separador previamente), irá aparecer no menu da esquerda o separador de Grupos.

Separador Grupos