Conhecer novos clientes e contactos através do Networking

imagem de networking com caras por trás

A capacidade de fazer networking é uma das competências mais importantes que qualquer empreendedor poderá ter. De que forma é que vais encontrar os clientes e contactos necessários para crescer o teu negócio ou o teu projeto? Muitas pessoas ficam desconfortáveis ao pensar na idea de networking, e pensam que isso requer uma personalidade falsa e insincera, mas isto é errado.

Caraterísticas de um bom networker

O que é que um bom networker tem de ser? Como é que ele ou ela reage? Qual é a atitude básica dele ou dela? Vais ficar surpreendido naquilo que tu já sabes sobre o assunto. Por exemplo, já sabes que um bom networker deve ser uma pessoa amigável, genuína, transparente e um bom ouvinte, alguém que faz aquilo que diz e se mantém em contacto com as pessoas. E que mais? O que é que ele precisa mais? Bem, pergunta-te a ti próprio: “Como é que eu gostaria de ser tratado? Que tipo de pessoas é que eu confio e considero bons amigos?”.

Agora que tens uma ideia to tipo de atributos que um bom networker tem de ter, faz uma instrospeção nas tuas próprias competências. Consideras-te algo tímido e pensas nos grupos de networking como intimidadores? Ou tens tendência para falar muito numa conversa? Dás ideias às outras pessoas sem pensares de volta no teu ganho pessoal? As pessoas podem contar com a tua palavra?

Muitas pessoas vão a eventos sociais e de networking, mas poucos sabem fazer networking de forma correta. O Networking vai mais para além de ir lá fora e conhecer as pessoas. O networking precisa de ser um plano estruturado para conhecer as pessoas que irão fazer alguma transação contigo ou introduzir-te àqueles que assim o poderão fazer. A melhor manreira de teres sucesso em networking é criar um plano, fazeres um compromisso a ele, aprender competências eficientes de networking e executares o teu plano.

Cria um plano de networking

  • Qual é o meu objetivo com isto?
  • Quantos prospetos eu quero por mês?
  • Onde é que os meus potenciais clientes vão para networking?
  • Que tipo de entidades ou empresas podem beneficiar do meu projeto?
  • Como posso construir a minha imagem e a imagem da minha empresa?
  • O que é que eu gostaria de fazer a nível de voluntariado na minha comunidade?

Faz um plano de networking de cinco anos (sim, cinco anos) onde listas os teus 5 melhores clientes, 5 prospetos ideais que teres ter, e 5 entidiade/empresas. A seguir, estabele objetivos para envolvimento em cada entidade, determina quanto tempo é que te vais comprometer com cada entidade e prospeto, e que tipos de resultados esperas ter.

E agora que tens um plano, segue-o. Diz a ti próprio de que se dedicares tempo suficiente e empenho, que consegues pôr isto a funcionar. Metade do jogo do networking é ir lá para fora e molhar os pés na coisa. A outra metade é aprender a fazer networking eficientemente. Há pessoas que podem ir a vários grupos e eventos de networking mas estão sempre com o mesmo “grupinho”. Isto derrota o propósito do networking. Se ficares sempre sentado ao pé de caras conhecidas, nunca vais conhecer ninguém novo.

Tens de ser proativo(a). Isto implica teres de tomar as rédeas em vez de apenas reagir às situações. Networking requer a ti que vás para além da tua zona de comforto ao te desafiares a ti próprio(a). Experimenta estas dicas:

1. Conhece 5 ou mais pessoas (novas) em cada evento

Sempre que vás a um evento, festa ou ocasião social, cria um desafio a ti mesmo de ires falar ou conviver com pessoas que não conheces. Dás as boas vindas aos novos convidados que chegaram por exemplo. Se não tornares isto um hábito teu, vais ter a tendência de reverter para as pessoas que já conheces.

2. Experimenta um novo grupo por mês

Podes ir a quaisquer reuniões ou eventos algumas vezes como convidado antes de te juntares. Isto é uma boa forma de “aqueceres” e criares aqui alguns contactos. Determina que tipo de atividades e entidades ou organizações te poderias melhor enquadrar. Pode ser a associação de comércio da tua região, uma sociedade literária, uma instituição de caridade, uma equipa de futebol, etc. Desempenha qualquer função que possa ir ao encontro dos teus objetivos de interagires com potenciais novos clientes ou empresas (ou pessoas que te possam apresentar a esses).

3. Traz cartões de contacto contigo

Não queres passar pela infelicidade de conheceres alguém muito interessante e não teres um cartão de contacto. Cria cartões de contacto eficazes e trá-los contigo, quer vás a uma festa, ao ginásio, ao supermercado, mesmo a passear o cão à rua. Arranja um daqueles porta-cartões para ser mais cómodo.

4. Não vás logo sentar-te

Por vezes as pessoas em eventos, festas ou jantares, sentam-se numa mesa a olhar para a parede, meia hora mesmo antes de a refeição entrar. Não faças isso. Tira partido do tempo que tens para fazer networking antes de te sentares. Quando o evento começar, não serás capaz de te misturar e falar tão facilmente.

5. Não te sentes ao pé de pessoas que conheces

A hora da refeição é uma boa altura para conhecer pessoas. Podes vir a estar sentado durante algumas horas, portanto não limites as tuas oportunidades ao te sentares com os teus amigos. Isto é uma boa altura para conheceres pessoas novas, tanto do teu lado esquerdo como do teu lado direto. É verdade que é mais comfortável estares com caras que conheças, mas lembra-te que estás a usar o teu tempo e talvez dinheiro para atenderes este evento. Tira partido disso, podes sempre falar com os teus amigos noutra altura.

6. Sê proativo

As pessoas lembram-se e fazem negócios com líderes. Não foste a um evento só para aquecer a cadeira: envolve-te ao te juntares a um comité ou como membro. Se não tens tempo, voluntaria-te para ajudar a receber convidados à porta ou a mostrar-lhes a saída. Isto dá-te uma razão para falares cvom os outros, e traz maior envolvimento para com o grupo ao te dar maior visibilidade.

7. Sê amigável e convidativo

Faz de conta que és o anfitrião do evento. Faz com que as pessoas se sintam bem-vindas. Descobre o que é que as trouxe cá, e tenta compreender se existe alguma forma de as ajudares. Introduz essas pessoas a outras, dá sugestões ou referencia-os a alguém caso saibas de outros que poderão ajudá–los a nível empresarial por exemplo. Não só estarás a fazer um amigo, como colocares as outras pessoas mais à vontade contigo. Ao te esforçares para ajudar os outros, mais probabilidades há que os outros eventualmente façam o mesmo por ti.

8. Define um objetivo por evento

Os teus objetivos podem variar de evento para evento. Podes querer aprender o tópico do interlocutor, descobrir novas tendências no mercado, encontrar potenciais clientes, etc. Se trabalhas a partir de casa, o teu objetivo ate pode ser simplesmente saires e ires falar com pessoas cara-a-cara. Saberes que te tens que orientar num determinado objetivo antes sequer de meteres os pés no evento ajuda-te a manter-te no caminho certo.

9. Está disposto a dar, para receber

Networking é uma via de dois sentidos. Não estejas à espera que as pessoas te venham apresentar a outros ou dar referências a menos que sejas igualmente generoso. Faz acompanhamento dos teus contactos, mantém-te em contacto e partilha sempre qualquer tipo de informação que os possa beneficiar. Serás bem recompensado se assim o fizeres.

Seja social e partilheShare on FacebookShare on LinkedInTweet about this on Twitter

5 comentários sobre “Conhecer novos clientes e contactos através do Networking

Deixe um comentário