Empreendedores de sucesso vivem de acordo com estas 3 dicas

3 dicas para empreendedores de sucesso.

Empreendedores(as) de sucesso vivem a sua vida com base nestas 3 dicas

Toda a gente pensa que é um campeão quando não estão cansados. É fácil acreditares em ti quando estás a ouvir uma música motivadora ou quando as coisas te correm bem e estás a chegar aos teus objetivos pretendidos.

Toda a gente pensa que é um campeão quando não estão cansados. Click To Tweet

Mas já não é tão fácil acreditar em ti próprio(a) quando estás numa situação desconhecida ou desconfortável. Empreendedores de sucesso sabem no entanto encarar e ultrapassar estes obstáculos que lhes atravessam à frente.

Isto porque eles acreditam neles próprios. Eles sabem que toda a gente tem problemas e que se deparam com obstáculos na vida. A confiança é a capacidade de lidar com a incerteza, e é isto que eles têm, uma grande autoconfiança.

A confiança é a capacidade de lidar com a incerteza. Click To Tweet

Mostro-te quais as 3 dicas nas quais empreendedores baseiam o seu sucesso. Aplica-as à tua vida, e vais ver o teu negócio a florescer e a tua confiança a aumentar.

Acredita em ti próprio(a), irrealisticamente

Acreditar em ti próprio é meio caminho andado para que as coisas aconteçam como queres que aconteçam.

Atletas e desportistas têm de acreditar neles próprios: eles não podem simlesmente pensar que vai correr tudo bem, eles acreditam para além do acreditar.

Os empreendedores devem pensar da mesma forma. Não acreditar, de forma realista, porque o que é “real” só funciona em algo que já existe, mas ser irrealisticamente otimista irá mudar a tua vida.

Sê maluco(a) se necessário. Acredita em ti quando mais ninguém o faz, porque repara, ninguém o fará.

Acredita em ti quando mais ninguém o faz, porque ninguém fará isso por ti. Click To Tweet

Da próxima vez que duvidares ti, pára, e faz uma pequena introspeção. Pensa porque é que te estás a duvidar de ti. Estás com medo? Falhaste no passado? Sejam quais forem as razões, esquece-as e toma a decisão de acreditares em ti.

É isso que te vai tornar num(a) empreeendedor(a) de sucesso. É isso que te vai transformar num campeão.

Não tenhas medo do desconforto

Um bocadinho de desconforto não faz mal a ninguém.

A dor é a forma do teu corpo comunicar contigo os teus limites, mas se não puxarmos pelos limites, não melhoramos.

Lembro-me quando decidi fazer 10 sprints de Tabatas. Uma tabata é um conjunto de séries de esforço extremo de 20 segundos, com 10 segundos de descanso. Isto constitui uma série. Normalmente faz-se 6 séries, mas eu quis fazer 10 séries de sprints.

Quando acabei, os meus pulmões estavam a arder, a minha cabeça estava tonta, o meu estômago estava feito num oito e as minhas pernas pareciam blocos de cimentos. Mas terminei a coisa.

Vai haver alturas na tua carreira em que tens que te levantar às 5 da manhã para te preparares para uma apresentação, ou a um evento que não querias ir, mas tens de ir.

Serás pressionado(a) para tomar decisões difíceis, vez após vez. Sai fora da tua zona de comodismo e não tenhas medo do desconforto. Nenhuma dor significa nenhuma mudança: se não abraças o desconforto, estagnas.

Nenhuma dor significa nenhuma mudança: se não abraças o desconforto, estagnas. Click To Tweet

Da próxima vez que estiveres a puxar pelos teus limites, puxa ainda mais. Vai ser desconfortável e doloroso, mas vais conseguir fazer mais do que aquilo que pensavas que era possível.

Define objetivos: pequenos e grandes

O que queres alcançar na vida? Quais são os teus objetivos?

Primeiro queria ser jogador de basquetebol. Treinei e cheguei à conclusão que com 1m87 e a minha condição física normal nunca me tornaria profissional. Desisti. Depois quis ser ciclista, e não era levezinho ou explosivo o suficiente. Desisti.

O problema é que eu não acreditei em mim próprio. Não chega querermos ser apenas “ok” ou bons. Mais vale criar grandes metas, objetivos difíceis de alcançar, mas que te deixam entusiasmado(a) se e quando os alcançares.

Mas também é importante ter objetivos pequenos. Empreendedores de sucesso definem metas mais pequenas para elas como degraus para chegarem a andares superiores, do género kaizen, pequenos passos incrementais.

Assim como os atletas amadores e de alta competição, os empreendedores muitas vezes estabelecem objetivos que os assustam. Objetivos otimisticamente irrealistas e que envolvem dor e desconforto. Só que tem de ser assim: não faz sentido ir atrás de coisas facilmente conquistáveis, pois isso é o caminho para a mediocridade.

Seja social e partilheShare on FacebookShare on LinkedInTweet about this on Twitter

Deixe um comentário