Como criar bons públicos no Facebook

Facebook: como criar um bom público (mesmo que seja principiante)

Este artigo ensina a criar e segmentar corretamente um bom público-alvo no Facebook para que possa mostrar os seus anúncios às pessoas interessadas no seu produto ou serviço.

Se está a tentar crescer um negócio online, provavelmente ouviu histórias de sucesso de quão espetacular são os anúncios Facebook e como transformaram algumas empresas.

Isso é tudo muito giro, mas como é que isso é feito?

Tudo começa com perceber três coisas em que pode usar os anúncios Facebook:

  1. para vender mais
  2. para crescer a sua lista
  3. para chegar a mais pessoas

Cada uma das suas campanhas terá de ter um destes objetivos. Se não tem a certeza quais dos objetivos em que se deve focar, veja este artigo que explica bem os objetivos antes sequer de gastar um cêntimo em anúncios.

Após estar claro no objetivo da sua campanha, o próximo passo é perceber a quem é que quer que os seus anúncios sejam mostrados.

Por exemplo, para anúncios cujo objetivo é crescer a sua lista e chegar a mais pessoas novas, deve segmentar os seus anúncios para públicos a frio.

Públicos frios são aquelas pessoas que tiveram pouca ou nenhuma interação com o seu negócio anteriormente. Eles não sabem quem você é ou o que faz… mas irão descobrir brevemente hehe.

De seguida, vamos ver como definir um bom público-alvo frio para o seu tipo de negócio, e alguns erros a evitar na segmentação de anúncios.

Criar públicos-alvo detalhados

A forma mais fácil de criar um público frio para o seu anúncio Facebook é escolher uma opção apelidada de “Definição do público-alvo detalhado”.

Vou explicar os prós e contras desta “definição detalhada”, mas primeiro tem de ir à secção dos Públicos na publicidade do Facebook. Para isso siga as instruções abaixo.

1. Vá a facebook.com/ads/manage.

2. Clique no menu “hambúrguer” (três linhas horizontais).
Facebook gestor de anúncios

3. Clique em Todas as ferramentas

4. Depois clique Públicos debaixo de Ativos
Públicos no Facebook

5. Clique no botão Criar público e selecione Público guardado
Criar público guardado

Irá ver um ecrã como este.
Definições de público detalhadas

Como pode ser, a definição de público detalhada vem a seguir às segmentações típicas de local, idade, sexo e idiomas. Pense em quem é o seu tipo ideal de clientes e defina essa informação antes de avançar.

(Ignore os Públicos personalizados, deixe em branco)

Demografia, interesse e comportamentos

A definição de público detalhado já existe desde o princípio dos anúncios Facebook, mas tinha nomes diferentes.

Definições público detalhada

1. Dados demográficos

Isto é fácil de perceber: em demografia, pode escolher o seu público com base na formação e estado civil por exemplo.

Pode ser específico na sua seleção e escolher se são pais, eventos de vida (tais como aniversário, data de nascimento), política (só para EUA) ou que tipo de trabalho (emprego) têm.

2. Interesses

Interesses nas definições detalhadas do Facebook

Mas alto lá… não quero que use este tipo de interesses para os seus públicos e vou já explicar porquê.

O problema é que não temos forma de saber como é que o Facebook determina se uma pessoa está interessada em categorias tão genéricas e vastas como “empreendedorismo”.

Se eu partilho um artigo no Facebook sobre dois empresários que abriram uma loja de produtos sem glúten e sem lactose, isso significa que sou uma pessoa interessada em empreendedorismo, ou uma pessoa interessada em produtos sem glúten nem lactose? Pois é…

Segmentar com base em interesses pode tornar um anúncio Facebook de sucesso, mas faça assim: em vez de interesses gerais, segmente para pessoas, negócios e organizações que têm um público-alvo semelhante ao seu.

Por exemplo, no meu negócio eu posso segmentar para pessoas e negócios como: Amy Porterfield, Mari Smith e Social Media Examiner.

E porquê?

Porque esses três são exemplos de páginas de pessoas e empresas cujo meu público-alvo está normalmente interessado.

Todos eles falam sobre Facebook duma forma ou outra, portanto eu sei que esse público-alvo está interessado em aprender coisas semelhantes – e eles já fizeram o trabalho todo por mim (obrigado, hehe).

Interesses nas definições detalhadas do Facebook

Quando os incluo nas definições detalhadas do meu público, isso significa que os meus anúncios vão chegar aos fãs deles.

Levou-me algum tempo para perceber os interesses mais apropriados para os meus objetivos e os tipos de anúncios que crio para mim e para os meus clientes.

O que você pode fazer é testar, o que vai levar tempo – e dinheiro. Foi o que eu fiz, e é o que todos os profissionais fazem. Este esforço de tempo e dinheiro vai valer a pena a longo prazo, não queira satisfação instantânea, deixe isso para os animais.

Quando descobrir os interesses que funcionam melhor para si, não tem de perder tempo a tentar saber quem deve segmentar.

3. Comportamentos

Ainda nas definições de Público detalhada, temos os Comportamentos, um termo que o Facebook usa com base em todo o outro tipo de informação que a rede social tem sobre nós.

Alguns exemplos de comportamentos são:

  • se tem aniversário daqui a 60-90 dias
  • se é fã de alguma equipa de desporto
  • se gosta de viajar (e para onde)

Definições detalhadas Comportamentos

Explore os Comportamentos porque há bastante que explorar nesta parte.

Misturar e excluir interesses

Quer chegar a pessoas Benfiquistas que se casaram recentemente?

Ou pessoas interessadas em executive coaching que também têm uma página Facebook?

Meus amigos, isto pode ser feito. Basta clicar no botão de “Filtrar Público”.

Após ter dois tipos de segmentação o botão “Filtrar Público” passa a chamar-se “Filtrar ainda mais”, onde pode filtrar o seu público com mais variações para ter mais dessas caixinhas.

Definições detalhadas misturar dados

Ao selecionar e misturar dados desta forma, o tamanho do seu público irá variar.

Se está a criar um público-alvo a frio, provavelmente estará a pensar quão grande (ou pequeno) é que ele deve ser.

Regra geral, públicos “mornos” ou “quentes” para a sua marca, ou seja, que já o conhecem, devem ser pequenos, menos que 100000 pessoas ou por vezes menos que 10000 pessoas. Mais não é melhor. Mais vale vender a menos pessoas que compram mais, do que querer vender a todos e não compra nenhum.

Mas no que toca a públicos “frios”, o tamanho depende de alguns fatores:

  1. o seu público é específico (serem Benfiquistas que se casaram recentemente e estão interessados em personal trainers? Se sim, não vai ter grande controlo sobre o tamanho, porque foram selecionados com base nestas mistura de dados.
  2. está a querer chegar a pessoas numa pequena zona geográfica, como uma cidade ou arredores? O seu público provavelmente andará ali nos 10000 a 100000 dependendo da zona.
  3. tem algum negócio online cujo mercado é bastante grande? Por exemplo na área do fitness, saúde, retalho ou automóveis.

Se respondeu que sim ao 3.º ponto acima, sugiro o seguinte:

Faça anúncios para públicos entre 100000 a 500000 pessoas – mas apenas se fizer sentido.

E o que quer dizer se “fizer sentido”?

Bem, eu posso criar um público de empreendedores ou marketers ao incluir nomes de gurus como Tony Robbins, Marie Forleo, Frank Kern, etc.

Mas nem sempre é fácil chegar a um público alargado se o seu segmento de mercado é bem mais pequeno. Acrescentar mais interesses, dados demográficos ou comportamentos só para aumentar o público irá provavelmente funcionar contra si.

Convém fazer aqui uma pequena nota para qualquer negócio dependente duma localização geográfica.

Devido ao número limitado de pessoas que estão fisicamente perto do seu negócio, ignore o meu conselho sobre usar figuras públicas, marcas e organizações nas “definições de público detalhada”.

Se tiver um negócio local, deve experimentar dois públicos para começar:

  1. Um público com filtros de idade e local, mais interesses gerais (como “fitness” se tiver um ginásio ou “jantar” se estiver a promover um restaurante)
  2. E outro público apenas com filtros de idade e local

O segundo público será maior e mais generalista, mas poderá ter melhor desempenho face ao seu primeiro público que é mais específico e pequeno.

Não vai saber enquanto não experimentar

Muitas coisas fazem sentido mas se não as testar não vai saber o resultado.

Por vezes faz todo o sentido usar um público pequeno e específico: outras vezes públicos grandes dar-lhe-ão melhores resultados.

A única forma de descobrir qual funciona melhor – para si – é testar ambos. Isto é algo que ensino no meu curso Anúncios Facebook Domínio Completo.

Exemplos de interesse para o seu público “frio”

Já percebeu que interesses gerais como “coaching” não são tão eficazes como nomes de figuras ou marcas (como “Tony Robbins – Life Success Coach”) ao criar públicos frios.

Mas poderá estar a pensar:

Que tipo de negócio ou marcas é que faz sentido escolher?

Pode ser difícil encontrar interesses diferentes para o seu público. Muitas pessoas descobrem alguns bons mas depois ficam sem ideias.

E é aqui que a maioria dos meus estudantes precisa dum bocadinho de ajuda, mas depois de lhes dar algumas ideias de marcas que eles podem escolher, os seus superpoderes de brainstorming começam a funcionar – só estava a faltar aquele empurrãozinho.

Portanto eis uma série de interesses que pode experimentar.

Se é consultor de marketing ou coach, faça anúncios para pessoas interessadas em:

  • Digital Marketer
  • Neil Patel
  • Seth Godin
  • Gary Vaynerchuk

Se é life/sucess coach, pode experimentar chegar a pessoas interessadas em:

  • Tony Robbins
  • Rich Dad, Poor Dad (Pai Rico, Pai Pobre, de Robert Kyiosaki)
  • Dale Carnegie
  • A Course in Miracles
  • Think and Grow Rich (Pense e Fique Rico, de Napoleon Hill)
  • The Secret

Se é personal trainer ou nutricionista, pode apostar em pessoas com interesses como:

  • Dr. Oz
  • Holmes Place
  • Crossfit
  • Tony Horton
  • Oprah (Weight Watchers)

Isto são exemplos. Só porque os coloquei aqui não significa que os tenha de usar ou que sejam os melhores para o seu tipo de mercado.

Mas esta segmentação é poderosa.

Por exemplo, Digital Marketer é uma empresa de Ryan Deiss, o seu fundador. Pode alcançar os fãs desta empresa ao incluir a página Facebook no seu público.

Mas os fãs de Digital Marketer são provavelmente bem diferentes daqueles do The Secret. Porque têm estilos diferentes de pensar, comunicação e valores. Enquanto fãs do Digital Marketer podem ser marketers mais pragmáticos, fãs do The Secret podem ser aspirantes a empreendedores com pensamentos mais esotéricos.

Sobreposição de públicos guardados

Pode encontrar esta informação na secção dos Públicos do Gestor de anúncios ao selecionar Ações > Mostrar sobreposição de público.

Mostrar sobreposição de público

Portanto defina os seus próprios interesses. Veja as páginas deles para saber que tipo de publicações fazem, que problemas resolvem para os seguidores deles e como é que eles comunicam com as pessoas.

Se tiver ideia de que o seu público se sobrepõe ao deles, inclua-os como interesses nos seus públicos frios.

Os interesses que propões não fazem sentido para o meu negócio. O que devo fazer?

A maioria dos interesses que coloquei é o resultado duma ferramenta do Facebook chamada Estatísticas do público (Audience Insights).

Uso-a bastantes vezes, e se bem que não é nenhum segredo, a maioria dos meus estudantes ainda não tinha ouvido referência dela.

Para usar as Estatísticas do público, só tem de usar alguns dados demográficos simples sobre o seu tipo de público-alvo frio e um ou dois interesses que lhe tenham ocorrido. Pode usar interesses gerais enquanto pesquisa mais aprofundadamente com esta ferramenta. Pode ler mais aqui.

Interesses – perguntas frequentes

Pergunta: Onde raio estão as páginas Facebook que eu quero segmentar?

Por exemplo, se colocar Ana Mendes como interesse, uma grande especialista de Facebook em Portugal, não aparece a página dela.

Ana Mendes interesses

Isto porque a página ainda não tem mais de 10000 fãs.

Outras vezes pode acontecer que certas páginas não aparecem simplesmente porque não correspondem aos ideais do Facebook. Segundo um representante da rede social:

Nem todo o tema está disponível como escolha para segmentar. Se um termo específico não for encontrado nos filtros pode ser devido a que é um tema pequeno ou pode ser representado por um tema maior, ou pode ser algo sensível. As opções de segmentação disponíveis mudam à medida que temas são acrescentados ou removidos.

Pergunta: Há várias opções da mesma coisa ao escolher interesses; qual devo escolher?

Escolha todas. Vai aumentar o tamanho do seu público.

Mesmos interesses

“O Facebook diz-me que o meu público é muito específico. O que devo fazer?”

Pode chegar a ver esta mensagem ao criar o seu público ou campanha.

Público muito específico

Se souber que tem um bom interesse, pode ignorar se quiser. Não interessa. Siga as minhas orientações sobre tamanho do público e a coisa vai correr bem.

“Descobri agora que posso segmentar pessoas com base no que elas ganham. Posso fazer isso, certo?”

Claro que pode.

Mas cheguei à conclusão que ao acrescentar “renda” não é bem aplicável em Portugal (mais no Brasil) e pode fazer disparar os custos.

E faz todo o sentido. Se toda a gente está a tentar mostrar anúncios para pessoas com muito dinheiro na esperança que estas sejam mais recetivas a comprar. Portanto a concorrência fica mais cerrada, o que aumenta os custos.

Há outra maneira mais inteligente de fazer isto – de alcançar pessoas que têm mais posses.

E isso pode ser feito ao escolher pessoas que são donos de determinados produtos ou serviços caros. Por exemplo, podemos escolher pessoas que são donas dum Samsung Galaxy S6.

Adiante…

Vá usar o seu público. Está quase tudo feito.

Agora que percebe as definições do público-alvo detalhado, dê-lhe um nome, adicione uma localização, idade, sexo e idioma e depois clique em Criar Público em baixo.

Criar um público guardado

E está tudo a postos para usar o seu público novinho em folha num anúncio.

Experimente criar um anúncio para um artigo blog ou vídeo que vá ao encontro duma dor do seu potencial cliente.

Partilhe comigo nos comentários se teve algum problema a criar o seu público.

Dominar os Públicos Facebook duma vez por todas

Está à procura dum ÚNICO recurso que explica todos os Públicos Facebook que precisa saber para ter anúncios que geram faturação a sério?

Agarre uma cópia do meu belo ebook:
Ebook EmCheio

Não gaste nem mais um cêntimo nas suas campanhas antes de abrir este manual de treino bastante abrangente. Clique aqui para saber o que está lá dentro.

Seja social e partilheShare on FacebookShare on LinkedInTweet about this on Twitter

Deixe um comentário