Como escrever copy para anúncios que atraem cliques

Adoro anúncios Facebook – o que não é surpresa nenhuma.

Gosto de passar os meus dias a criar campanhas no Power Editor, ou no Gestor de Anúncios (porque agora o Gestor de Anúncios está bem melhor do que antigamente). Gosto de fazer segmentação e criar imagens no Photoshop para os meus anúncios.

Mas não gosto lá muito de escrever copy para os anúncios (o texto). Não é a minha parte favorita. Talvez seja porque pode ser bem difícil escrever bem. Não é a questão de escrever sem erros – porque eu dou os meus – é escrever texto persuasivo.

Infelizmente não pode haver anúncios Facebook sem algum tipo de texto. Isto não é um meio em que pode deixar a imagem falar por si e esperar resultados.

Portanto quer gostemos quer não, escrever copy para os anúncios é uma grande parte do meu trabalho. Muitas pessoas odeiam isso e passam essa responsabilidade a outros. E graças aos meus adoráveis clientes que dependem em mim e nas minhas competências para lhes dar resultados, acabei por ficar bastante bom a fazer uma coisa que – ao início – não me dava grande prazer (obrigado malta).

Qual o meu segredo?

É simples: tenho um sistema para criação de copy, e cinco regras que sigo de todas as vezes que crio copy para os anúncios. E essas regras estão prestes a tornar-se a sua orientação para escrever os seus próprios anúncios para ter cliques de qualidade das pessoas.

Como escrever copy para anúncios que leva as pessoas a clicarem: Click To Tweet

Mas primeiro, vamos começar pelo princípio.

Eis o meu sistema para escrever copy

  1. Abra o seu notepad++, Google Doc ou Word. Até pode usar papel e caneta (eu ainda uso, sou da velha guarda).
  2. Se é como eu e a sua atenção é quase como dum peixe de aquário, feche as tabs, janelas e programas do computador. Pode deixar aberto a sua landing page para inspiração.
  3. Abre um cronómetro do género Pomodoro, como o tomato.es ou o marinaratimer.com. Isto dá-lhe 25 minutos de trabalho para se focar, e 5 minutos para descansar. Isso conta como um pomodoro.
  4. Neste tempo, escreva tudo o que lhe vem à cabeça. Não pare até o cronómetro apitar (ligue as colunas). Se eu consigo fazer, você consegue fazer.

Hmm, escrever o quê? O que devo escrever?

Em baixo pode ver as minhas cinco regras para escrever copy para um anúncio Facebook. Não tem de usar cada uma das regras em cada copy que for escrever – vai perceber que é difícil juntar a regra 4 e 5.

Por cada regra dou-lhe também um exemplo para que possa ver algumas destas técnicas em ação. (Note: todos os meus exemplos não são necessariamente de anúncios Facebook… mas podiam ser porque são realmente bons).

Regra 1. Não tente ser esperto – seja claro

O Facebook é como que um feed de “barulho”: fotos dos filhos dos seus amigos, as viagens que fizeram, partilhas do Tá Bonito (ou seja o que for que está na moda agora), etc.

A sua feed de notícias está saturada com tanta informação. O que é que isto significa? Que não há margem de manobra para qualquer tipo de mensagem que seja necessário a pessoa pensar para perceber.

O seu anúncio deve dizer-me o que vou ter se clicar nele, que problema você me vai resolver, ou como me vou sentir como resultado do que está a oferecer. Nem mais, nem menos.Anúncio com linguagem clara.

Regra 2. Evite menções da sua marca

Se trabalhou no duro no seu branding, o nome do seu programa ou serviço, e um slogan a condizer, ótimo. Mas eles não pertencem à copy do seu anúncio.

Eu nunca ouvi falar de si ou do seu negócio. Não sei o nome da sua empresa nem preciso de saber isso agora. Foque-se em fazer com que eu clique, e poderei conhecer a sua empresa mais tarde. (O mesmo se aplica à sua landing page, nada de branding por agora).

Anúncio para kit de funil

Regra 3. Fale diretamente para as pessoas certas

“Está a pensar tornar-se consultor?”

“Odeia o seu emprego?”

“Passa os dias a investir nas redes sociais sem ver grande resultado?”

Começo muitos dos meus anúncios com uma pergunta porque atrai as pessoas certas e chama-lhes à atenção.

Se vê um anúncio que começa com uma dessas perguntas e a sua resposta é “NÃO” então vai passar pelo meu anúncio e continuar a fazer scrolling. Obrigado. É isso mesmo que eu quero. Se não tem o problema que o meu negócio ajuda as pessoas a resolverem, então não quero que clique no meu anúncio porque não quero estragar a taxa de conversões da minha landing page.

Quanto gastar anúncios Facebook.

Regra 4. Torne o seu anúncio emocional

O seu produto ou serviço resolve um problema, certo? Isso significa que as pessoas têm algum tipo de dor, e você está lá para acabar com essa dor ou dar-lhes o desejo que elas querem. Se as pessoas na minha audiência têm algum tipo de dor ou desejo, então é necessário dar algum tipo de emoção ou sentimento ao texto.

Se você é life coach, ou nutricionista, ou está em investimentos, ou qualquer outro tipo de atividade, escrever copy emocional até pode ser simples. Pense nos medos que as pessoas têm, nos problemas que as estão a impedir de chegar onde querem, ou quaisquer emoções que possam sentir que as tornam no seu tipo de cliente ideal.Anúncio emocional Facebook.

Regra 5. Seja simples.

Isto funciona com qualquer mercado. Sem “palha”, apenas um apelo à ação claro para que as pessoas subscrevam a sua newsletter ou a sua oferta, que lhes vai permitir [inserir solução que você apresenta].

Seja simples e direto.

Anuncio simples com call to action (apelo ação).

Uma nota sobre os apelos à ação

Não tenha medo de escrever algo que possa parecer óbvio, tal como “Clique aqui para se inscrever” ou “Pegue numa cópia deste guia aqui”.

Muitas pessoas precisam de instruções passo-a-passo, dê-lhes aquilo que elas precisam.


E aqui está: as minhas 5 regras para escrever anúncios que não só têm cliques, mas o tipo CERTO de cliques. Porque não há pior coisa que gastar dinheiro no tipo errado de pessoas, certo?

Precisa de ajuda com os seus anúncios? Veja esta página para saber como trabalhar comigo.

Seja social e partilheShare on FacebookShare on LinkedInTweet about this on Twitter

Deixe um comentário