Interesses vs Públicos semelhantes.

Anúncios Facebook: Interesses vs Públicos semelhantes

A segmentação de anúncios Facebook é difícil. Às vezes parece que é o único fator que nos impede de ter campanhas que convertem.

As boas notícias são que este artigo pode simplificar toda a questão de segmentação de públicos para que consiga passar para a parte da escrita da sua copy e ter boas imagens para usar.

Da próxima vez que fizer anúncios, experimente um público semelhante.

Um público semelhante é um grupo de pessoas que o Facebook cria para si porque são semelhantes a uma “fonte” que você selecionou. Exemplos de fontes são os fãs da sua página, pessoas que visualizaram o seu vídeo, ou subscritores da sua newsletter.

Antigamente eu não acreditava nos públicos semelhantes. Qual era o critério do Facebook para encontrar pessoas “semelhantes” à minha lista de subscritores? Eu não sabia se devia de confiar no algoritmo deles, portanto só usava públicos semelhantes com interesses por cima.

Mas um dia decidi apostar neles e fazer alguns testes.

Fiz o mesmo tipo de anúncios para três tipos de público:

  1. Um público semelhante normal (Público Frio Semelhante)
  2. Um público de pessoas que visitaram o meu site nos últimos 7 dias (Visitantes site – 7 dias)
  3. Um público de pessoas com interesses em Amy Porterfield, Social Media Examiner ou Jon Loomer Digital (Público Frio)

Eis os resultados.Teste com interesses e públicos semelhantes

O conjunto de anúncios que segmentou para um público frio normal semelhante gerou nos cliques mais baratos a uma média de 0,24€ cada, comparado com o 0,29€ de média de cliques em links e 0,26€ de cliques em links dos outros conjuntos de anúncios.

Estes resultados não me impressionaram – porque consigo um custo em cliques de links a 0,13€ – mas mostrou-me que vale a pena testar com públicos semelhantes sem colocar interesses por cima.

Da próxima vez que fiz uma campanha para crescimento duma lista de emails para um cliente, comecei logo a testar com públicos semelhantes.

Esta cliente é um coach executivo, e os anúncios que criei tinham um bom desempenho quando segmentava para pessoas interessadas em Tony Robbins ou Marie Forleo, que também são administradores de página.

Para este teste, criei dois conjuntos simples de anúncios com o mesmo anúncio em cada um dos conjuntos: um anúncio para o público da Marie Forleo, e outro para um público semelhante que eu tinha criado. Desta vez, a fonte era uma lista de pessoas que se tinha inscrito para um dos webinars que ela tinha dado.

Poderia ter criado um público semelhante com base noutras fontes: a lista atual de emails desta cliente, dos fãs da página Facebook, ou dos clientes atuais dela. Escolhi a lista de pessoas que se inscreveram em webinares anteriores porque penso que as pessoas que estão dispostas a investir o seu tempo e inscrever-se num webinar são o tipo de utilizadores que estão envolvidos com elas.

Eis os resultados dos primeiros dias dessa campanha.

Teste artigos para públicos semelhante.

O conjunto de anúncios que tinha o público semelhante captou mais leads por menos custo que o público interessado na Marie Forleo com um interesse por cima (Page Admins).

Se está a fazer anúncios, experimente um público semelhante hoje

Vá aos Públicos no Gestor de Anúncios para começar. Se tiver algum problema, tem instruções atualizadas para criar públicos semelhantes dentro do curso online Domínio Completo. Escreva nos comentários que tipo de resultados viu com estes públicos ou no nosso grupo privado do curso.

Seja social e partilheShare on FacebookShare on LinkedInTweet about this on Twitter

Deixe um comentário