Como ser um Especialista reconhecido: parte 3

Desenvolve a tua estratégia de Especialista Visível

Na parte 2 destas séries revemos como alguém pode fazer uma avaliação dele próprio ou dum profissional como Especialista Visível. Agora é altura de explorar o processo de desenvolver a tua estratégia.

Começa com o fim em mente

Qualquer estratégia tem de começar com o fim em mente. Precisas de ser uma autoridade num tópico em concreto, ou estás particularmente intertessado em gerar leads e aumentar a visibilidade da tua firma? É que esta última poderá ser mais facilmente conquistada do que a anterior.

Sê realístico acerca daquilo que esperas alcançar. Se não tens experiência ou provas dadas numa dada área, tornares-te um Especialista Visível nesse campo irá com certeza ser um desafio. Muita gente começa com um programa de Especialista Visível com um entendimento básico na área deles e tenta a partir daí construir uma especialização ou aumentar a visibilidade em torno dum assunto emergente.

Um objetivo claro e firme irá tornar o desenvolvimento da estratégia mais fácil. Sê específico e aponta isso num papel.

Precisas de ser uma autoridade num certo tópico, ou estás mais interessado em angariar leads para a tua empresa?

Eis os passos básicos no desenvolvimento da estratégia.

1. Começa onde és forte.

Qualquer estratégia de sucesso tem de ser fundada numa avaliação realista de onde te encontras hoje. Se já fizeste uma avaliação com base naquilo que já falámos, então estás pronto para avançar.

Neste passo, vais-te estar a focar nas áreas onde és mais forte. Onde é que já és forte? As melhores estratégias têm tendência para ser aquelas que usam as áreas onde tens mais competências.

Podes começar do princípio e mudar a tua atenção para outra área? Será que um consultor que faz auditoria numa empresa de contabilidade sem experiência concreta se pode tornar num especialista de seguros e finanças? Sim, mas é uma estrada difícil. Um objetivo mais fácil será tornares-te um especialista em fraude de seguros, por exemplo, já que a experiência que tinhas previamente em auditoria se traduz mais facilmente nesta posição.

2. Escolhe o teu público

Quem é que queres influenciar extamente? Quanto mais focado tiverem os teus alvos estratégicos, mais rápido estarás de alcançar o objetivo de te tornares um Especialista Visível para esse público. Lembra-te que queres alcançar tanto os teus potenciais clientes como as pessoas de inflûencia em redor deles.

3. Especifica os limites da tua especialidade

Que fronteiras é que podes delimitar na tua área de especialidade para a qual queres ser conhecida? O objetivo aqui é seres o mais específico possível enquanto és também generalista o suficiente para poderes ter um impacto duradouro.

Consegue-se observar este relacionamento no mundo envolvente tecnológico em que vivemos. Se a tua especialidade é focada numa única tecnologia, pode vir a tornar-se desatualizada quando a tecnologia muda de rumo.

Por outro lado, quanto mais específico for o segmento de mercado onde concentras a tua experiência, mais rápido lá chegarás.

4. Escolhe os teus temas e perspetivas

Este é um dos aspetos mais importantes da tua estratégia. Um especialista torna-se visível ao aplicar a expertise dele em tópicos ou temas específicos. Se a perspetiva deles é particularmente perspicaz e provocativa, tem tendencia a ganhar tração no mercado de ideias.

Contrasta isto com a abordagem da maioria dos profissionais. Na busca deles por visibilidade eles têm tendência para dar perspetivas aceites e convencionais em tópicos que são de pouco interesse imediato para o público deles.

Vai à procura de questões ou problemas que estão para entrar em cena e são propensos de serem complexos e controversos. Estes são os problemas que os jornalistas irão escrever e potenciais clientes falar. Este público irá apreciar receber a opinião e perspetiva dum expert nessas matérias.

Lembra-te que alguns assuntos específicos irão perdurar durante anos, enquanto que outros terão uma vida limitada. Ao longo do curso da tua carreira irás ter ambos. Certifica-te que cada problema na qual te foques terás um entendimento claro da coisa. Essa claridade e consistência vai-te ajudar à medida que novas variações e permutações desse problema possam emergir.

5. Desenha uma estratégia de implementação

Como é que irás usar estas ferramentas para desenvolver a tua especialidade e visibilidade? Onde é que irás publicar os teus pensamentos? Onde é que irás assegurar eventos e palestras onde possas falar? Quem é que irás cultivar como parceiros?

Por exemplo, podes chegar à conclusão que a melhor estratégia é tornares-te parceiro com uma associação numa indústria específica para fazeres uma investigação aprofundada nessa área. Baseado nessa pesquisa irás procurar oportunidades de falar em púnlico.

Podes então transformar essa pesquisa num livro. Esse livro irá tornar-se a fundação da tua especialidade e ser usado como uma ferramenta para gerar mais eventos para falares e entrevistas.

Todos estes objetivos específicos encaixam-se para reinforçar a especialidade e aumentar a visibilidade. Isso é como uma boa estratégia deverá funcionar.

6. Identifica as ferramentas que precisas

Que ferramentas específicas precisas para implementar essa estratégia? Muitas pessoas surpreendem-se ao descobrir uma quantidade ampla de ferramentas nas quais precisam de usar para ser bem sucedidos. Eis algumas ferramentas comuns para construir a tua reputação:

  • Biografias de vários tamanhos
  • Fotografia profissional
  • Videos que mostram a tua especialidade ou eventos em que falaste
  • Website teu
  • Artigos de blog
  • Relatórios ou white papers
  • Kis de média
  • Artigos de imprensa
  • Pesquisa
  • Livros ou ebooks (livros digitais

A especificidade de cada um destes pontos irá variar de indústria para indústria, e provavelmente irás precisar de ajuda para desenvolver algumas destas ferramentas.

7. Transforma a tua estratégia num plano de ação

A fase final do desenvolvimento da tua estratégia é torná-lo num plano de ação.

  • Como é que irás construir estas ferramentas?
  • Que recursos externos é que precisas?
  • Qual é o teu tempo previsto para implementares tudo isto?
  • Qual é o teu orçamento?
  • Quem será responsável para fazer com que isto aconteça?

Logo que tenhas completado estas tarefas básicas de planeamento podes começar na fase da implementação.

Desenvolver uma estratégia de Especialista Visível é fundamental para tornar isso uma realidade. Quando olhas em volta para todos os indivíduos e firmas que perseguem serem líderes de opinião e falham, é uma lição a tirar com juízo para poderes saber o que não fazer, ou fazer bem e melhor.

Uma das razões pelas quais muitos falham é que eles estão a seguir uma estratégia que tem falhas, ou nenhuma de todo. Querer ter uma coisa só por querer não chega. Esforços desorganizados também não. É preciso uma estratégia de sucesso.

Na próxima parte irei-te explicar o relacionamento entre um Especialista Visível e a marca da empresa/firma.

Acabaste de ler a parte 3. Lê a parte 1 ou a parte 2.

Como ser um Especialista reconhecido: parte 2

Ler parte 1 aqui

Começa com uma avaliação de Especialista Visível

É importante ter um Especialista Visível numa equipa, porque isso só traz vantagens. Enquanto eles falam, escrevem artigos, dão entrevistas ou escrevem para publicações, eles atraem potenciais clientes, parceiros e talento em forma de candidatos.

Então como é que tu te tornas num Especialista Visível? O primeiro passo é fazer uma avaliação à tua situação atual ao olhar para três pontos:

  • Visibilidade no meio do público-alvo
  • Aréas de especialidade demonstradas
  • Nível de influência ou impacto no público.

Dentro destas áreas há indicadores subjetivos (a opinião das pessoas relativamente à tua especialidade) e indicadores objetivos (número de palestras dadas ou clientes referidos).

Vamos ver como cada um deles pode ser analisado.

1.Começa ao definir o teu público alvo de interesse.

Certifica-te que compreendes o público alvo que queres influenciar. Normalmente este público inclui:

  • Potenciais clientes de certas indústrias
  • Líderes de opinião tais como jornalistas, bloggers, etc
  • Outros profissionais que podem ser uma fonte de referências e recutamentos potenciais

2. Avaliar visibilidade atual.

Onde é que vais começar? Podes perguntar ao teu púnlico alvo que mencione firmas que eles achem que estejam na tua área de especialidade ou perguntar-lhes para classificar as firmas a partir duma lista. Estas são avaliações diretas.

Também existem avaliações indiretas, tais como resultados de pesquisa no Google, citações indexadas, seguidores Twitter e outros. O rápido crescimento das redes sociais torna esta medição mais fácil. Mas cuidado, esta medição deve refletir a visibilidade no meio do público alvo e não público que não esteja relacionado com a tua atividade ou atividade do público no qual te queres focar. Mede aquilo que queres meljorar.

3. Avalia competências atuais.

Quais são as áreas de especialidade pelas quais queres ser conhecido. É uma área abrangente como Tecnologias de Informação (informática) ou uma especialidade mais segmentada como engenharia mecânica aplicada em moldes?

É importante notar que por vezes estas áreas de especialidade podem-se relacionar diretamente com um serviço que a tua firma preste, tais como desenvolvimento de software. Outras vezes, poem ser questões que sejam relevantes para os serviços da tua firma mas que tenham implcações diversas. Escolher os melhores tópicos é uma questão de estratégia. Mas nesta fase é apenas necessário para ver aquilo pelo qual és conhecido.

4. Avaliar o nível de influência.

O que é o resultado to teu nível atual de visibilidade e competência? Como é que a tua influência é sentida no mercado? Que tipo de impacto é que isso está a ter na tua firma?

Podes avaliar a situação atual ao pedires feedback de membros do teu público alvo. Também podes ver fontes indiretas, tais como partilhas nas redes sociais e links internos. Outra abordagem para avaliar o nível de influência é identificar potenciais clientes que foram referidas, inquéritos por parte de parceiros, pedidos de palestras, citações na imprensa, etc.

5. Avaliar o ambiente competitivo.

Quem mais de interesse é que está a influenciar o mercado? Aqui estás a identificar outros Especialistas Visíveis e a tentar ter um entendimento da visibilidade deles, competências e impacto. Isto permite-te desenvolver uma espécie de análise de força competitiva que será útil enquanto dás o próximo passo em te tornares um Especialista Visível. E o próximo passo é desenvolver a estratégia.

Acabaste de ler a parte 2. Lê a parte 1 ou a parte 3.

Como ser um Especialista reconhecido: parte 1

Introdução

Há uma pequena minoria de profissionais que atrai uma grande dose da atenção das respetivas indústrias onde eles estão. A imprensa pode gostar delas, e as empresas procuram-nos pelo seu conhecimento e sabedoria. Enquanto que eles podem não ser famosos a uma escala global, estes profissionais são conhecidos na indústria e admirados pelos colegas. Eles atendem frequentemente conferências e escrevem para conhecidas publicações. A reputação e o nome deles pode até levantar o moral e as receitas das firmas para as quais trabalham.

Estes são os chamados Especialistas Visíveis e o sucesso deles não é deixado ao acaso. De facto, o sucesso deles pode ser copiado. Nesta série de artigos, seis no total, irei mostrar-te como é que um especialista pode ter uma maior perceção e reconhecimento no mercado dele. Aproveita, acho que vais gostar da viagem.

O que é um Especialista?

A maior parte dos profissionais de serviços em firmas têm um certo nível de conhecimento e especialização. Em muitos casos, há indivíduos dentro duma firma que podem ser legítimamente considerados como especialistas. Enquanto que eles podem ser conhecidos com os colegas e dentro da firma ou até mesmo dentro do âmbito da profissão deles, podem ser desconhecidos em comunidades maiores de potenciais clientes ou líderes de opinião. Podemos chamar a estes “especialistas invisíveis”.

Ao contrário destes, temos temos especialistas que são conhecidos em toda a comunidade e área de negócios nas quais eles atuam. Por exemplo, pensemos no Bill Gates ou Steve Jobs na tecnologia, Donald Trump no imobiliário ou Warrem Buffet nos investimentos. As opiniões deles podem ser notícia ou começar tendências. Eles são o ideal daquilo que podemos consider o Especialista Visível.

DEFINIÇÃO DE ESPECIALISTA VISÍVEL

O conceito de Especialista Visível é intuitivo e fácil. Esta pessoa combina as qualidades de grande perceção e visibilidade em áreas específicas de especialização. Exemplos de especializações poderão ser programação, marketing, ou engenharia. A especialização também pode estar associada a assuntos em vez de cargos, como por exemplo, reformas no Estado a nível de saúde ou brechas de segurança de computadores.

Quer um Especialista Visível seja um perito num serviço ou num assunto, ele ou ela tem de ser vivível para o público que lhe é de interesse. O Especialista Visível é alguém com quem as pessoas podem contar para conselho transparente e uma opinião genuína.

O Especialista Visível é um indivíduo com grande visibilidade e reconhecida peritagem que consegue ter boa influência no meio dum público específico.

A fama por si só não chega. Muitas pessoas são bem conhecidas mas não têm nenhum tipo de competências específicas. E da mesma forma, competência técnica por si só também não chega, porque não interessa quão impressionante a pessoa pode ser em determinado serviço ou assunto, é insuficiente. Estas duas qualidades têm de ser combinadas de maneira a que possam produzir resultados tangíveis.

BENEFÍCIOS DE SER UM ESPECIALISTA VISÍVEL

  1. Aumentar a visibilidade da firma. Ao melhorar a sua própria visibilidade, o Especialista Visível aumenta a visibilidade de toda a empresa. isto é um benefício fácil que as firmas podem desfrutar. As tuas pessoas são o teu produto.
  2. Atrair novos clientes. Com visibilidade e competência vêm potenciais clientes. Esta é uma relação fácil de perceber que serve como uma base importante para os profissionais na área do marketing já há mjuitos anos. Os potenciais clientes acreditam que um expert poderá ser um bom investimento para resolver os problemas deles.
  3. Cobrar mais. Os bons prestadores de serviço podem normalmente cobrar-se de mais pelo serviço deles. Ajuda ser um expert reconhecido na nossa indústria para isto assim acontecer.
  4. Reinforçar a marca da empresa. Fácil de perceber com esta fórmula: reputação da firma x visibilidade. Ter um Especialista Visível ajuda claramente nisto.
  5. Efeito de Halo. O efeito de halo é um fenómeno psicológico na qual a perceção positiva que uma pessoa tem de um indivíduo ou empresa irá influenciar a perceção de suas outras qualidades a nível positivo também. Por exemplo se acharmos que alguém é atraente, também podemos achar que serão inteligentes ou amigáveis. Neste caso um Especialista ajuda com certeza.
  6. Atrair parceiros de peso. Da mesma forma que os clientes são atraídos por um Especialista Visível, também o são os potenciais parceiros. O estatuto do perito e a sua visibilidade tornam esta tarefa mais fácil.
  7. Recrutamento fácil. Uma outra vantagem é como a presença dum Especialista Visível ajuda a recrutar talento para o teu projeto. Muitos invidívuos talentosos querem trabalhar com alguém que seja reconhecido como uma autoridade na sua área.

No próximo artigo vamos explorar como começar o processo de como te tornares um Especialista Visível ou ajudares alguém na tua firma a atingir esse estatuto. Tudo começa com um entendimento e a perceção de onde estás agora.

Ler parte 2: Como ser um especialista reconhecido: parte 2