3 Automações de email que deves ter

3 Automações de email que deves ter

Estatísticas

Atualizado: Outubro 2019


Se estás a criar uma lista, existem 3 automações que deves ter. E se não estás a criar ou crescer uma lista de email, PORQUÊ?

Não criar uma lista já foi um dos grandes erros que fiz no meu marketing.

Quando um email enviado a 100 pessoas me fez €600 em 24 horas, sem uma sales page, pensa em quantos euritos perdi nos anos em que eu pensava que era demasiado fixe para ter uma lista.

Ai ai… enfim.

 class=

As automações seguintes foram feitas com o ActiveCampaign, mas a mesma ideia pode ser aplicado noutros fornecedores de serviço (ex.: Drip, MailChimp).

Tenho 12 scripts que fazem uma série de tarefas, desde gerir as listas, gerir onboarding dos subscritores, e remover subscritores que não interagem com os emails.

Eis os 3 mais importantes.

Automação #1 – sequência de onboarding

Quando os subscritores se juntam à tua lista começa por “trazê-los a bordo” corretamente. Envia-lhes o teu lead magnet (ex. ebook), verifica se fizeram download, e pergunta se têm alguma questão.

Só após isso é que passamos para a nossa sequência de email.

Eu faço isto ao criar uma sequência de onboarding separada para a maioria dos opt-ins, quando eles tiverem feito o download do ebook e só depois os levo para uma sequência.

Na sequência de onboarding, pergunta aos teus subscritores para responderem ao teu email para garantir que o receberam… desta forma estás a iniciar um diálogo com os teus futuros potenciais clientes.

Quantos marketers fazem isto?

Automação de email
Automação de email #1 – sequência de onboarding.

Automação #2 – verifica se o email deles está correto

Vais perceber que uma parte das pessoas que se inscrevem na tua lista fazem-no com emails falsos.

Eu combato isto de duas maneiras:

  1. Envio o lead magnet por email, e não na thank you page. A página de obrigado é boa para impressionar o novo subscritor.
  2. Cada pessoa é tratada como “Not Reachable” (uma tag que aplico) até elas terem aberto um email ou clicado num link.

Quando o fizerem é que removo essa tag e adiciono outra de “Reachable”.

A partir daí, todos os meses aqueles que ainda têm a tag “Not Reachable” são removidos da lista.

Automação verificar email
Automação que assinala quem interage ou não interage com os nossos emails.

Automação #3 – adicionar subscritores a um Público personalizado

É importante adicionar todos os teus subscritores a públicos personalizados no Facebook. Vou dar um exemplo neste artigo, mas há várias formas de como isto pode ser feito.

  1. Envias um email com uma oferta para a tua lista.
  2. Nesse email tens um link para uma sales page, ao clicar nesse link, atribuis uma tag ao subscritor, e também o adicionas a um público personalizado.
  3. Agora tens uma lista com 3 tipos de pessoas que podes alcançar:
  • Compradores – não precisas fazer nada com estes;
  • Visualizadores – pessoas que viram a sales page mas não compraram, por isso, fazer retargeting com anúncios contendo testemunhos do produto, durante os próximos 7 dias.
  • Não abriu/não sabe – esta é provavelmente a maior audiência, então o que fazer?

Re-envia o email. Poderás ter mais uns 10% de pessoas a abrir o email… mas e então todos os outros?

Se fizeres anúncios para o teu público personalizado criado com base na lista de email MAS excluíres o público dos compradores E TAMBÉM excluis a lista de retargeting dos visualizadores, estarás a mostrar anúncios às pessoas da tua lista que não abriram o email.

Faz sentido?

Estás a perceber como isto é uma estratégia bem potente?

Pensa em outras formas de como podes usar o público personalizado da tua lista de email.

Automaçao ActiveCampaign
Cria públicos personalizados da tua lista de email.

Como a maioria destes artigos que escrevo, é com o propósito de te pôr a pensar, a pensar sobre como podes aplicar isto no teu negócio ou atividade.

Não te quero dar o peixe, mas sim a cana de pesca.

O Marketing é bem mais fácil se usares todos os teus recursos e inteligência ao máximo.

Pensa em quanto podes aumentar a faturação ao fazer algumas automações simples, aquelas que descrevi.

Achaste isto útil? Partilha connosco nos comentários.


Ao teu sucesso,
assinatura-joao-78x50-nenhuma
João Alexandre
Estratega Digital

Marketing Digital sem espinhas

Deixe um comentário