8 maneiras de aumentar a capacidade do teu cérebro

Adicionar ao carrinho

Atualizado: Outubro 2019


Gostavas de ter mais controlo sobre o teu cérebro?

Ilustração cérebro

Desde ter ideias e reuniões e escreveres conteúdos, há várias situações nas quais podes beneficiar ao teres mais concentração e uma melhoria na tua função cognitiva.

Isto permite-te ter mais coisas feitas em menos tempo e ter soluções para problemas que não irias ter caso contrário.

Existem várias formas de melhorar o poder do teu cérebro, mas tens de ser consistente e criares estes hábitos. Sem mais demoras, apresento-te 8 maneiras de como podes dar ajudar o teu cérebro a ajudar-te na vida.

1. Dorme bem

Isto pode ser complicado para empreendedores(as), porque com tanta coisa para fazer, e o stress e entusiasmo do trabalho que anda à volta de desenvolver e criar um projeto, pode ter efeitos indesejáveis nos teus padrões de sono.

Mas o sono é um requisito para a memória e aprendizagem. Se não dormes o suficiente, o volume da tua matéria cinzenta no teu lobo frontal começa a diminuir. O teu logo frontal é o que mantém a tua memória a funcionar, assim como a função executiva (nome técnico para uma área do cérebro).

Em resumo, se não dormes o suficiente, tens menos capacidade cerebral.

2. Come bem

Ter uma boa alimentação é importante para a saúde do teu corpo, e consequentemente, do teu cérebro.

Os empreendedores por vezes andam de reuniões em reuniões, de projeto em projeto, com pouco tempo para uma refeição.

Deves dar uma boa nutrição ao teu corpo. Antioxidantes e aminoácidos são importantes, assim como os omega 3. Beber vinho (tem resveratrol) está provado que aumenta a tua função cognitiva, desde que seja consumido em moderação. Frutos secos, vegetais, fruta (especialmente frutos silvestres) são benéficos.

O que é bom para o teu corpo é bom para o teu cérebro. Deixa-o bem nutrido.

3. Faz exercício

Fazer exercício faz bem. No mundo atual é difícil conjugar a nossa vida pessoal e profissional, e ter sequer tempo para fazer mais do que isso.

Mas não te podes dar ao luxo de não fazeres exercício, pois mexeres o teu corpo contribui para uma vida saudável e produtiva (e longa, com qualidade de vida).

O exercício não só ajuda na saúde do teu cérebro e cognição, também ajuda na memória. A longo prazo, combate a degeneração cerebral. Para mim, isto é mais do que razão suficiente para ganhares o hábito de teres uma rotina de exercício ou criares um plano de treino. Anda, corre ou junta-te a um ginásio.

4. Apanha sol

Sol é vida. Sol e exercício por vezes andam de mãos dadas. Em Portugal temos sorte, porque mesmo nas estações mais frias, temos boa duração do sol durante o dia.

Apanhar pouco sol não é bom para o teu cérebro. O sol dá-te vitamina D, e níveis elevados desta vitamina no teu sistema dão-te melhor desempenho e retardam o envelhecimento do cérebro.

Muito sol, no entanto, pode ser mau para a tua pele, mas se não apanhas sol suficiente, a tua mente sai prejudicada. Até há pessoas que ficam deprimidas nas estações frias por apanharem pouco sol.

Toma suplementos de vitamina D3 se achas que não apanhas tanto sol quanto gostarias.

5. Bebe café

Muita gente começa o dia com uma chávena de café. Isto é um ritual que pode ajudar as funções cognitivas a curto prazo.

A cafeína ajuda-te a estares alerta e focado em tarefas repetitivas e talvez até chatas. Aumenta a tua inteligência, tempo de reação e raciocínio. Tudo coisas boas.

Os efeitos da cafeína, como é óbvio, não são permanentes, mas podes, de forma moderada, beber café ao longo do dia. Mas como o vinho, não abuses.

6. Medita

A meditação é um tema que tem tido destaque nos últimos anos junto da população geral e dos empreendedores. Os benefícios estão comprovados em vários estudos.

Não só a meditação ajuda a reduzir os níveis de stress como previne doenças como Alzheimer, entre outras.

O ideal são 45 minutos por dia, mas até 10 minutos podem-te ajudar, desde que o faças consistemente, e como hábito. O teu cérebro irá agradecer-te pelos níveis reduzidos de cortisol (stress) e um aumento na tua concentração em várias atividades mentais.

7. Faz networking

A viagem dum(a) empreendedor(a) é por vezes solitária, mas não tem de ser. Estar sozinho é mau para as tuas funções cognitivas.

Somos animais sociais, precisamos de companhia. Sentirmo-nos sozinhos pode ter resultados negativos no sono, pressão arterial, contribuir para a depressão e piorar a tua saúde no geral, física e mentalmente.

A maioria dos empreendedores(as) comunica com os outros e cria laços e conexões com as pessoas. O objetivo é criar um sistema de apoio à tua volta, já que isso te permite estar mentalmente e psicologicamente ativo(a) e saudável a longo prazo.

8. Joga Tetris

Jogar Tetris é bom para o teu cérebro. Aumenta a tua matéria cinzenta a curto prazo e ajuda-te a teres melhor desempenho em tarefas relacionadas com espaço visual.

O mais interessante é que jogar Tetris após uma experiência negativa ou traumática que tenhas tido na tua vida, pode prevenir o teu cérebro de enraizar ou trazer essas memórias de volta.

Se tens um smartphone ou uma tablet contigo, experimenta jogar um bocado de Tetris, mesmo que aches ridículo. Quem sabe vais começar a apreciar o jogo de maneira diferente.

Conclusão

Melhorares a tua capacidade cerebral envolve ganhares e manteres novos hábitos. Não é só sonhar, é aplicar os conselhos que te dei no artigo. Um hábito não é uma coisa que fazes hoje, e amanhã já não te apetece. Não. Um hábito é para fazer consistentemente.

Começa por criar um hábito e focares-te em um ou dois aspetos que te sugeri aqui. Se quiseres fazer tudo duma vez, poderás perder o entusiasmo pois será demasiado avassalador para ti.

É importante teres um equilíbrio, mas ao criares e manteres estes hábitos e ires tendo novas experiências vais estar a perceber o que funciona melhor para ti, e para o teu cérebro.


Ao teu sucesso,
assinatura-joao-78x50-nenhuma
João Alexandre
Estratega Digital

Marketing Digital sem espinhas

Deixe um comentário