Anúncios Facebook e marketing digital: lições aprendidas em 2017

Anúncios Facebook e marketing digital: lições aprendidas em 2017

Adicionar ao carrinho

Atualizado: Outubro 2019


Neste artigo vamos dar uma olhada nas grandes lições que aprendi nos anúncios Facebook em 2017.

Não chega estar a fazer várias campanhas no Facebook, você precisa de saber aonde quer chegar e ter uma estratégia bem definida para isso.

Com as frequentes mudanças que a rede social tem, cabe ao anunciante verificar as políticas de publicidade do Facebook de vez em quando, assim como tomar nota de redes sociais e tecnologia emergente para que possa usar isso no seu marketing.

Vai ainda perceber a importância da personalização do seu marketing, e como isso é cada vez mais relevante.

Bonecos isométrico

Neste artigo vai aprender:

  • Que não chega só fazer anúncios, tem de ter uma estratégia clara.
  • Porque precisa de prestar atenção à classificação de relevância e feedback positivo e negativo dos seus anúncios.
  • Como pode usar vídeo para promover a sua empresa, não precisando de grandes orçamentos para que os seus vídeos sejam eficazes.
  • E mais…

Vamos às lições.

Lição 1: Estratégia

A maioria das empresas e anunciantes estão a usar os anúncios Facebook sem ter uma estratégia bem definida.

Podem ter cinco ou seis campanhas a correr mas sem uma estratégia fixa por trás. Talvez tenham uma campanha de visualizações de vídeo, outra de conversões, outra de interação, mas feito “em cima do joelho.”

Mapear uma estratégia é algo chato para algumas pessoas, e elas não querem ter esse trabalho.

Mas precisa ter bem definido o seu objetivo, assim como o seu público-alvo, para apontar os anúncios apenas para as pessoas certas.

Uma maneira fácil de fazer isto é “trabalhar de trás-para-a-frente.”

Homem com seta à frente

Suponha que você quer uma venda. Ok. Quais são os passos que têm de acontecer na customer journey para os levar a esse objetivo?

  • 5: Vendas no site
  • 4: Dar valor por email
  • 3: Captar leads para lista email
  • 2: Anúncios conversões p/ landing page
  • 1: Anúncios awareness e dar valor às pessoas

Em qualquer empresa, seja retalho, ecommerce, etc., você está a fazer contacto com o seu público-alvo com anúncios, mas eles podem não saber quem você é. Por isso tem de criar um relacionamento com eles, para os levar pela “jornada”, de desconhecidos a clientes.

Homem em escadas customer journey

Lição 2: políticas de publicidade

Cumpra as políticas de publicidade do Facebook.

O Facebook dá grande importância à sua política de publicidade, para garantir que os anunciantes cumprem as regras e proporcionam uma boa experiência aos utilizadores na rede social.

A proporção do número de anúncios em relação ao número de utilizadores está a chegar a um ponto de “ebulição”, em que a panela está prestes a ferver e largar água.

Isso é uma das razões porque o Facebook tem disponibilizado novos locais de publicação para anúncios (ex.: Instagram histórias, Messenger).

Locais de publicação Facebook

Com 6 milhões de anunciantes no Facebook, a plataforma está a ficar cada vez mais competitiva. Por isso o Facebook pode ser mais seletivo sobre o tipo de anunciantes que permitem fazer publicidade.

Veja a política de publicidade do Facebook de vez em quando, por exemplo de 2 em 2 semanas.

Isto até é útil, porque ao perceber essas regras vai saber escrever melhor a copy para os seus anúncios e a maneira como comunica as suas ofertas. Pense em qual é o resultado que quer que o seu público-alvo tenha com o seu produto, serviço ou conteúdo.

Facebook circulo vermelho pessoas

Lição 3: Relevância e feedback negativo

A classificação de relevância é uma das métricas importantes que todo o anunciante deve verificar. Ela vai de 1-10, sendo 1 o pior e 10 o valor mais alto.

Se tiver muito feedback negativo nos seus anúncios, isso começa a pesar na sua conta a longo prazo, e é uma das razões pelas quais as contas de anúncios são fechadas ou assinaladas para revisão manual.

Daí a classificação de relevância e o feedback (positivo e negativo) estarem muito interligadas.

Se estiver a dar valor, através de bom conteúdo para o seu público-alvo, então a classificação de relevância vai aumentar porque o seu anúncio está a ser relevante para aquele público específico.

Feedback negativo ou positivo de publicação

À medida que a classificação de relevância aumenta, menores são os custos dos seus anúncios, por isso mantenha-a com um valor elevado e deite olho ao feedback positivo e negativo dos seus anúncios.

Pode ver a classificação de relevância no seu Gestor de Anúncios, na visualização do separador de anúncios. Se não aparecer esta estatística, vá a Colunas > Personalizar colunas e selecione essa métrica. Quanto ao feedback, pode vê-lo em Publicações de página, selecionando os anúncios que quer ver.

 width=

Encontrar Publicações de página

Lição 4: vídeo domina

O vídeo continua a ser importante para o Facebook.

Ao criar os seus vídeos, pense em “mobile first.” Isso pode ser vídeos mais curtos, de menos de 30 segundos. Mas não tenha medo de fazer vídeos longos, e testar para perceber o que funciona melhor com o seu público.

Por falar em vídeos longos, o Facebook lançou a Watch, uma plataforma para shows de TV e conteúdo original. Isto é uma boa oportunidade para anunciantes com foco no vídeo no Facebook.

Pode começar a gravar com o seu smartphone, porque hoje em dia as câmaras são boas. Além disso, está a dar aquele aspeto “doméstico” ao vídeo, que é o tipo de vídeos que normalmente amigos e família partilham entre si.

Logo Facebook e câmara vídeo

Mostre a sua marca logo nos primeiros três segundos do vídeo, para que as pessoas saibam (e se lembrem) de si.

Faça Facebook Lives. Estas transmissões em direto são vídeos que ficam publicados na página após terminarem.

Normalmente quando faz estes FB Lives, há mais gostos, comentários e partilhas. Ao transformar esse vídeo num anúncio, o Facebook vê todo aquele engagement e dá-lhe uma boa classificação de relevância logo ao início.

Além disso, pode criar públicos de pessoas que viram os seus Facebook Lives, para lhes fazer retargeting com anúncios.

Exemplo de interação FB Live

Lição 5: anúncios Instagram histórias

As histórias do Instagram foram lançadas na segunda metade de 2017. São vídeos de 15 segundos que vivem por 24 horas.

Veja os tipos de vídeos que têm sucesso nas histórias do Instagram. Os seus anúncios devem refletir isso, para dar aquele aspeto de “nativo” à plataforma.

Histórias Instagram

Anúncios Instagram História Spotify

Poucos anunciantes estão a fazer anúncios no Instagram, e mais concretamente, nas histórias do Instagram, o que significa que pode ser uma boa oportunidade para lá fazer anúncios, aproveitando que ainda não está saturado, e que os custos ainda são baixos.

Experimente fazer anúncios nas histórias do Instagram e poderá ficar agradavelmente surpreendido(a) com os resultados.

Anúncio Instagram História sapatos

Lição 6: Facebook Messenger

O Messenger é usado por +1 bilião de pessoas. Não o ignore, porque é uma boa forma de proporcionar uma experiência e comunicação personalizada com o seu público-alvo e clientes.

Pode fazer anúncios de Messenger em que a pessoa quando clica no anúncio inicia uma conversa com janelinha que aparece.

E é aqui que a personalização pode ser importante, porque pode usar chatbots para lhes proporcionar uma boa interação com a sua marca. Eu uso o ManyChat (para ensinar) e o Chatfuel (com clientes). Eis uma introdução aos bots.

Através das perguntas que coloca ao utilizador, e as respostas deles, pode, com os bots, automaticamente levá-los para conteúdo específico para os ajudar. Veja um exemplo meu.

Pode ainda permitir que os utilizadores façam download de algum ficheiro quando o seu bot estiver a comunicar com eles. Pense em lead magnets, recibos, FAQs, etc.

 width=

Outra coisa a tirar partido do Messenger, é o Customer Chat Plugin.

Isto é uma janela do Messenger que pode instalar no seu site (ou landing page) para que os visitantes comuniquem consigo, e as mensagens deles aparecem na sua Página. Veja como instalar em sites WordPress e sites gerais.

 width=

Lição 7: Facebook evolui depressa

Falei com pessoas que estiveram “fora de cena” dos anúncios Facebook por algum tempo, e quando voltam, parece que está tudo diferente.

Gatinho assustado

O Facebook está a mudar e a evoluir rapidamente. A única constante é a mudança. Eles vão continuar a atualizar e melhorar a plataforma de anúncios, porque é aí que eles fazem dinheiro.

Para isso querem facilitar a vida aos anunciantes, e proporcionar uma boa experiência aos utilizadores, porque se houver muitos utilizadores satisfeitos, há muitas pessoas a quem os nossos anúncios podem chegar.

Road map do Facebook

Sumário das lições

  1. Ter uma estratégia
  2. Cumprir políticas publicidade
  3. Relevância e feedback
  4. Vídeo e mobile first
  5. Anúncios Instagram histórias
  6. Messenger: anúncios, bots
  7. Facebook evolui rapidamente

Veja aqui o próximo artigo Anúncios Facebook: o que esperar de 2018


Ao teu sucesso,
assinatura-joao-78x50-nenhuma
João Alexandre
Estratega Digital

Marketing Digital sem espinhas

Deixe um comentário