Esquece o que sabes sobre networking

Estatísticas

Atualizado: Outubro 2019


O networking tem as suas vantagens, mas tens de investir esforço nele.

O mercado de trabalho atual está cheio de oportunidades de networking, e com razão. O networking tornou-se tanto uma prática como um conceito, é uma soft skills necessária, uma pela qual estamos encarregados de aprender e praticar à medida que a nossa carreira progride.

É um investimento no teu futuro e algo importante de se fazer, pois um contacto de alguém que tu conheces é mais provável de resultar numa entrevista e potencial emprego, do que alguém que se candidata via os meios habituais.

Mas entre as redes sociais, reuniões em pessoa e os emails que se enviam, existem boas e más formas de se fazer networking. Como saber a diferença naquilo que é uma perda de tempo e aquilo que pode ser uma boa oportunidade? E mesmo que descubras isso, qual a maneira correta de fazer e dizer as coisas? Lamento informar-te que não existe regras omniscientes para o networking. O mais importante é que sejas congruente contigo e faças networking à tua maneira.

De qualquer forma, eis algumas dicas que descobri ao longo da minha vida.

Não acontece dum dia para o outro

Roma não foi criada num dia. O networking é uma prática que se deve fazer ao longo da vida, não uma coisa que se queira fazer duma vez. A consistência é mais importante que a intensidade.

Artigo relacionado: a minha melhor dica de networking

Ter expetativas realistas e perceber as vantagens do investimento de tempo e esforço a longo prazo farão do networking uma atividade proveitosa, quando bem trabalhada.

Pensar no networking como uma coisa que nunca acaba não deve incutir medo, deve ser emocionante. É como que uma amizade, elas vêm e vão, mas haverá sempre novas amizades (e oportunidades) ao virar da esquina.

Para colher os benefícios tens de estar prepadado(a) para trabalhares e investires o teu tempo todos os meses para ires ao encontro dos teus objetivos de networking.

Planeia um encontro de tantas em tantas semanas, ou envia um email semanalmente para um contacto que não vês há algum tempo. Seja como o fizeres, lembra-te de o continuares a fazer, e que a consistência é importante para qualquer tipo de resultado a longo prazo.

Semeia, para colheres

Para colheres, tens de semear, e a tua semente deves ser tu, sendo uma pessoa madura e responsável, pois é isso que motiva as pessoas a quererem dar-se contigo. Encontra interesses e opiniões que tenhas em comum para transformares um contacto numa oportunidade.

Mas pensa também dar valor às pessoas que conheces, porque isto não é só sobre o teu umbigo.

Enquanto que uma boa correspondência entre personalidade e cultura pode ser um bom factor quando se está à procura de emprego, não nos esqueçamos que aquilo que torna uma pessoa num grande profissional são as suas competências.

Não esperes que alguém passe o teu contacto a outros quando tens um perfil de empregado medíocre ou que não tenhas tido sucesso em empregos anteriores. Confirma à pessoa que estás a conhecer que tens o que é preciso para vingar no mundo do trabalho, ou naquela posição. A confiança gera confiança.

Artigo relacionado: como responder à pergunta “O que fazes da vida?”

Networking é uma via de dois sentidos

Podes pensar que o networking é aquilo que os outros podem fazer por ti, mas na realidade é mais aquilo que podes fazer pelos teus contactos. Os teus colegas e contactos estarão menos inclinados para te ajudar se não lhes devolveres o favor.

O netorking não é uma rua de um sentido, é um ciclo, e quando estás no topo da escada deves estender a mão para ajudar os outros a lá chegar também.

O valor do networking vem de criar relações, não apenas contactos. Ter o número “+500 contactos” no LinedIn ou centenas e milhares de amigos no Facebook não significa nada.

Um bom networking envolve investir nas relações com as pessoas. Passa palavra sobre vagas de emprego na empresa dum amigo ou (re)liga-te às pessoas que achas que podem ser uma boa escolha. Quando és proactivo(a) e não reactivo(a), as portas abrem-se para ti. Quer isso seja bom karma ou não, ajudar os outros ajudar-te-á a ti.

Artigos relacionados:
Dicas de networking que funcionam à grande e à Francesa
Conhecer clientes via networking


Ao teu sucesso,
assinatura-joao-78x50-nenhuma
João Alexandre
Estratega Digital

Marketing Digital sem espinhas

Deixe um comentário