Estás a maximizar o teu re-targeting?

Estás a maximizar o teu re-targeting?

Estatísticas

Atualizado: Dezembro 2019


Vários alunos meus têm campanhas muito básicas de re-targeting, que até podem estar a funcionar mais ou menos bem, mas não tentam melhorar, nem testar.

Isto é um dos problemas mais comuns que lhes peço para otimizar. Com os anúncios Facebook, bom o suficiente não significa o melhor.

Eis como consigo bons resultados com campanhas de re-marketing.

Estrutura

Cria uma campanha CBO com conjuntos de anúncios divididos por várias janelas de atribuição que teremos de excluir uma da outra. Por exemplo, 1 dia, 3 dias, 7 dias, 14 dias e 30 dias. Isto é fácil fazer através do objetivo de Vendas de Catálogo se estiveres a usar os Anúncios de Produtos Dinâmicos para re-targeting.

Esta abordagem permite ver em detalhes, quais os intervalos de tempo que geram mais resultados. Por exemplo, só porque o “7 Dias Re-targeting” está a funcional, não quer dizer que seja o mais eficaz.

E se na realidade fosse 1 ou 2 dias após o cliente ter feito a compra e estás na verdade a perder dinheiro nos dias 3-7? Isto também nos dá insights sobre o comprador – se o teu retargeting está mais enviesado para os primeiros dias, o teu produto e estratégia de vendas é provavelmente uma compra por impulso. Se está orientado para datas posteriores, então as pessoas precisam de pensar mais um bocado antes de comprar. Podes experimentar fazer mais touch points com elas.

Podemos também testar criativos no nosso CBO, mas cuidado para testar uma coisa de cada vez.

Não saltar para conclusões

Algumas pessoas que seguem boas práticas e gostam de experimentar, mas depois escolhem ignorar testar no re-targeting delas.

Eis algumas coisas que talvez estejas a tirar como garantidas mas que provavelmente não são.

Públicos

Não partas do princípio que é ViewContent, AddtoCart e InitiateCheckout que têm o melhor público.

Bons públicos normalmente ignorados:

  • Visualização de vídeo %
  • Interação com Página
  • Pós-compra
  • Visualização de página (no site)

Percentagem de orçamento a investir

Pensa no re-targeting como uma percentagem do orçamento geral. Para mim, pode ser 10-15% em alguns sites e até 40% noutros. Quando encontrares o teu “sweet pot”, vais ser capaz de ajustar o teu re-targeting corretamente como ajustas o teu orçamento geral.

Tipo de criativo a usar

Muitos anunciantes (especialmente eCommerce) são fãs dos Anúncios de Produtos Dinâmicos, e têm boas razões para isso. Isto não significa que é a melhor coisa a fazer para o re-targeting. Experimenta diferentes formas de comunicares com as pessoas, formatos, imagens e texto até encontrares o que funciona melhor para ti.

Conteúdos que provavelmente não consideraste:

  • Artigos informativos
  • Vídeos de unboxing
  • Vídeo a mostrar produtos
  • Estudos de caso, testemunhos
  • Review de produto em vídeo
  • “Por cada X euros fazemos donativos para salvar ursos polares”

Combinar vários meios pode ser altamente eficaz, especialmente em re-targeting que contenha várias etapas.

As fases do re-targeting

Muitos anunciantes têm apenas uma única etapa de re-targeting e deixam estar a coisa. Isto pode não ser o melhor a fazer, dependendo do tipo de produtos que vendemos.

Por exemplo, estou a vender mobília de luxo e demora 4 touch points até o ROAS estar bem maximizado (1. anúncio inicial, 2. Vídeo storytelling sobre qualidade do produto, 2. Artigo noticioso sobre a marca, 4. Cupão de desconto).

O ROAS num retargeting simples de 7 dias (anúncios produtos dinâmicos) foi 2.0.

O ROAS num retargeting nestas 4 fases chegou aos 4.0. Isto é uma grande diferença e não teria chegado à resposta certa sem testar.

Não esquecer o email

No mundo do Facebook, é normal haver anunciantes que se esquecem do poder do email marketing. Estás a “deixar dinheiro na mesa” se não usas este meio em combinação com os teus anúncios e chatbots.

Eis o teu blueprint

Se quiseres fazer tudo bem, eis o teu blueprint.

  • Várias etapas de re-targeting com um criativo que comunica a mensagem certa em cada etapa (se aplicável).
  • Entendimento da % de orçamento que deve ser alocada a cada etapa de acordo com o orçamento geral usado para atrair públicos frios.
  • Um criativo para cada público a que estamos a fazer re-targeting para maximizar o valor.
  • Usar email marketing em combinação com o re-targeting dos anúncios.

Palavras finais

É um bocado triste como passamos tanto tempo a pensar em tráfego frio (várias copy de anúncios, estratégias para escalar, etc.), quando as melhores pessoas a atingir são aqueles que já estão recetivos, talvez apenas um bocadinho hesitantes.

Pensa no teu re-targeting, implementa e diz-me como correu.

Ao teu sucesso.


Ao teu sucesso,
assinatura-joao-78x50-nenhuma
João Alexandre
Estratega Digital

Marketing Digital sem espinhas

Deixe um comentário