Porque é que o Google Analytics diz uma coisa e o Facebook diz outra?

Porque é que o Google Analytics diz uma coisa e o Facebook diz outra?

Apoiar nas estatísticas

Atualizado: Novembro 2019


É importante medir o desempenho das suas campanhas para ter sucesso. O problema é que os dados do Google Analytics são diferentes dos do Facebook. Porquê?

A única forma de medir corretamente o desempenho é ao ver em mais do que um sítio (ver no Analytics e no Facebook).

Eis 8 razões do porquê das variações de estatísticas entre Analytics e Facebook.

1. Conversões em dispositivos diferentes

Hoje em dia é normal as pessoas usarem mais do que um dispositivo para acederem à net, converterem-se como leads e fazerem compras. Isto pode levar vários pontos de contacto e ao longo de vários dispositivos até à compra do produto ou serviço.

Por exemplo, imagine que estás a navegar na net com o seu telemóvel. Clica num anúncio mas não se converte. Mais tarde, nesse dia, está à frente do seu computador e decide ir ao site daquela empresa comprar o produto que viu anteriormente.

O que é que acontece?

O Google Analytics iria atribuir essa conversão ao clique inicial no seu telemóvel, porque isto é medido à base de cookies. O cookie inicial estava no seu telemóvel, e não no computador.

O Facebook, por seu lado, consegue acompanhar as conversões com base no utilizador, em vez de cookies.

Isto significa que consegue acompanhar o mesmo utilizador independentemente do dispositivo que ele use (telemóvel, PC), desde que ele esteja com sessão iniciada na sua conta Facebook.

No Google Analytics, como ele depende de cookies, todo o acompanhamento acontece exatamente no browser onde o cookie foi “despejado”.

2. Impressões e cliques

O Google Analytics usa cookies para acompanhar visitantes num website, e não tem a capacidade de acompanhar impressões como faz o Facebook.

Se os cookies não estiverem ativos por defeito no browser do utilizador, você não será capaz de acompanhar estas pessoas através do GA.

Porque é assim, o Analytics considera uma conversão quando o utilizador clica no link dentro do anúncio, enquanto no Facebook, o utilizador pode clicar em qualquer parte do anúncio, converter-se e ser contado como uma conversão.

Se o utilizador apaga os cookies, todos esses dados irão permanecer no Google Analytics. No entanto, com o Facebook, estes dados são limpos dos seus públicos personalizados.

Note que o Analytics faz retroativo aos dados obtidos, enquanto o Facebook capta os dados a partir do dia que os seus públicos são criados.

3. Cliques vs. Sessões

Os cliques no Facebook não correspondem às sessões que o Google Analytics mostra. Porquê.

Há várias razões para isto.

  • Se um utilizador clica no seu post Facebook mais do que uma vez num espaço de 30 minutos, o Analytics só considera isto como uma sessão. Por seu lado, o Facebook considera isto como mais do que um clique (por ex.:, uma sessão Google Analytics e dois cliques Facebook).
  • Se um utilizador clica no seu post e visita o seu site, torna-se inativo por mais de 30 minutos, e volta a interagir com o site ao fim de 30 minutos, o Google considera isto como duas sessões distintas. O Facebook só irá mostrar o clique único. Neste caso, um clique Facebook equivaleu a duas sessões no Analytics.
  • Se um utilizador acidentalmente clica no seu anúncio Facebook mas sai do site rapidamente, o Google Analytics não terá tempo para gravar esta pessoa como clique, já que a página não carregou completamente.

4. Parâmetros UTM

O Google Analytics pode fazer uso de “referrers”, ou seja, parâmetros adicionados à URL para saber de onde vieram as conversões, e de que anúncios.

Os utilizadores Facebook navegam na rede social com o “https” em vez do “http”. Assim, se um utilizador clicar num anúncio no Facebook e sair para se converter num site http, o utilizador não consegue ser medido porque deixaram um site com ligação segura (https) para outro site com ligação não segura (http).

Esta é outra razão porque há uma diferença nas conversões entre ambas as plataformas.

5. Várias conversões

O Google Analytis só permite uma atribuição de um clique. Isto significa que apenas uma conversão é contada independentemente do número de conversões que aconteceram na realidade.

Por exemplo, se um utilizador viu ou clicou num anúncio e se converteu várias vezes, o Facebook atribui várias conversões ao anúncio que foi clicado ou visualizado pela última vez.

6. Janela de atribuição

Os atributos de conversão do Facebook são de 1 day view e 28 day click, ou seja, visualização de 1 dia e 28 dias dos anúncios.

Assim, qualquer comparação que queira fazer com o Google Analytics ou outro software de analítica tem de corresponder a esta janela de atribuição do Facebook.

O Google Analytics usa o modelo da última interação, que atribui 100% do valor da conversão para o último canal que o utilizador interagiu antes de comprar ou converter-se.

Para mudar a janela de atribuição no Facebook, vá ao Gestor de Anúncios, clique em Personalizar colunas e escolha a janela de atribuição mais em linha com os seus objetivos.

Janela de atribuição Facebook

Janela de atribuicao cliques e visualizaçoes

7. Momento da conversão

O Facebook mostra a data em que uma visualização ou clique levaram à conversão (lead ou venda). A data da visualização ou o clique, não quando houve a conversão.

Por outro lado, o Analytics (e outros do género), mostram a data da conversão (não do clique ou visualização que levou à conversão).

8. Adblockers

O seu píxel poderá não estar a disparar se o utilizador tiver um adblocker instalado no browser.

Nos relatórios, isto pode dar um número mais baixo de conversões que realmente houve.


Estas são 8 razões porque está a ver diferenças nos relatórios do Facebook e Google Analytics.

É importante perceber o porquê destas variações, para garantir que os seus dados estão corretos e que está a acompanhar as métricas corretas.

Quando notar diferenças (e irá notar), veja as estatísticas tanto no Analytics como no Facebook, para ver as diferenças/semelhanças, e use estes 8 pontos deste artigo como ajuda para perceber o porquê do desfasamento dos dados.


Ao teu sucesso,
assinatura-joao-78x50-nenhuma
João Alexandre
Estratega Digital

Marketing Digital sem espinhas

Deixe um comentário