Guia Completo: Facebook Públicos Personalizados

Guia Completo: Facebook Públicos Personalizados

Chatbot phone

Atualizado: Outubro 2019


Os públicos-alvo que escolhe podem ter um grande impacto no custo dos seus anúncios. Pode ser a diferença entre um anúncio custar €0,70 ou €0,15.

Não acredita?

Pois é o que um estudo num artigo do AdEspresso revela, em que pode haver grandes diferenças no custo-por-clique dos anúncios, com base no público-alvo que definir.

CPC = Custo-por-Clique

Existe uma grande diferença no custo por clique dos anúncios de acordo com países. E isso, quando combinado com diferenças em idades, sexo, interesses, salário, etc., os resultados de definir certos públicos-alvo podem variar bastante.

Note onde está Portugal na imagem 🙂

É um daqueles poucos exemplos onde é bom estar perto do último. Infelizmente não há aqui dados para Brasil, mas se os tiver, partilhe connosco nos comentários.

Custo por clique por países

Ao escolher públicos-alvo personalizados, pode fazer coisas bem interessantes como retargeting dos visitantes ao website, apresentando-lhes anúncios e produtos que poderão aumentar os seus lucros de forma espetacular. O truque é escolher públicos-alvo já aquecidos para com a sua marca.

Definir públicos-alvo personalizados pode ter um dos melhores retornos ao investimento que fará na publicidade do Facebook.

Porque é a diferença entre pessoas que não o conhecem e pessoas que já o conhecem.

É que os públicos personalizados são necessários para o retargeting. Com o retargeting pode ter uma CTR (taxa de cliques) nos anúncios de até dez vezes melhores do que os anúncios normais.

[bctt tweet=”Os públicos personalizados são necessários para o retargeting”]

E o que é o Retargeting? (por vezes também chamado remarketing)

Retargeting são anúncios para pessoas que já visitaram o seu website. São pessoas que estão “mornas”, já o conhecem; enquanto os anúncios sem públicos personalizados são mostrados a “frio”, para pessoas que pouco ou nenhuma perceção têm da sua empresa.

Neste artigo vai saber como criar campanhas de retargeting que geram altas conversões e bom ROI – é fácil, vai ver.

O que é um Público Personalizado no Facebook

Se é novo em anúncios Facebook, as várias opções de públicos podem parecer intimidadoras no seu Gestor de Anúncios. Eu ensino aos meus estudantes tudo sobre os públicos no meu curso online Domínio Completo em Anúncios Facebook.

Tipos de público no Facebook

“Parece fácil, só há três públicos…”

Será?

Quando clica no Público personalizado, abre uma nova janela com mais opções.

Opções de criar Público personalizado

Qual dessas opções deve escolher?

Todas elas parecem ser boas para aumentar as suas taxas de conversão e baixar o seu custo por clique (cpc).

Pois é. Parece simples ao princípio.

Sem ter um conhecimento a priori, os Públicos personalizados do Facebook podem ser um pouco intimidadores.

Mas vamos lá perceber as opções de segmentação dos públicos do Facebook.

Existem três tipos de Públicos:

  • Público guardado
  • Público semelhante
  • Público personalizado

Um público guardado é o que a maioria dos anunciantes usa nas suas campanhas Facebook: são públicos que pode filtrar de acordo com local, idade, sexo, interesses, etc.

É um tipo de público bom para começar, para atingir pessoas a “frio”, mas é provável que os seus anúncios cheguem a pessoas que não estão lá muito interessados no seu produto ou serviço.

criar publico guardado facebook

Um público semelhante ajuda-o(a) a chegar a novas pessoas que poderão estar interessados no seu negócio porque são semelhantes aos seus atuais clientes ou visitantes do website.

Os públicos semelhantes são criados com base em visitas de página, pixel do Facebook ou Públicos personalizados (a razão deste artigo).

Vamos aprofundar este tipo de público posteriormente no artigo e mostrar como eles podem ajudar a ter mais conversões por menos custos.

Pense num público semelhante como um clone do seu público de retargeting (um público guardado), mas onde estará a segmentar para pessoas que nunca ouviram falar de si. Estas pessoas têm o mesmo tipo de demográficos ou comportamento do público original.

Criar público semelhante

Um público personalizado é criado com base na informação disponível pelo Pixel do Facebook no seu website, landing pages ou outras fontes de dados de clientes que tenha, ex.: lista de email.

Este tipo de público é criado a partir das pessoas que estão a interagir com o seu website ou marca, o que os torna num grande potencial de ROI.

Porque os Públicos personalizados funcionam tão bem?

Porque lhe vão dar uma avalanche de novas leads por baixo custo.

Fazer retargeting para os visitantes do meu website através dum Público personalizado deu-me conversões com 300% menos custos comparada com outras campanhas a frio que tenho a correr para mim e para os meus clientes.

Por exemplo, eu posso fazer uma campanha de anúncios para pessoas que visitaram o meu website nos últimos 30 dias.

Quando alguém visita o meu website e saem, eles entram na minha campanha como público, e começam a ver anúncios meus para os trazer de novo para o site, ex.: para algum artigo, eBook ou minicurso no meu site.

Qual o objetivo desta campanha?

Obter os dados do visitante em troca de algum eBook ou recurso que eu esteja a oferecer no site, de forma e entrarem na minha lista de emails e nos meus funis de marketing.

ActiveCampaign painel de controlo

Os próprios anúncios ficam mais baratos. Enquanto o custo médio por lead para um público frio pode custar €1, para um público de retargeting pode custar €0.75. Isto é apenas um exemplo, não significa que é isto que tem de pagar.

O que interessa perceber é que pode usar Públicos personalizados para ter leads a baixo custo.

Para isso, é necessário agora compreender a diferença entre tráfego frio e tráfego morno.

Público frio vs. Público morno

Vamos ser realistas: a esmagadora maioria das pessoas que vai ao seu site vai-se embora sem fazer nada: não se converte ou inscreve em qualquer tipo de oferta. Um estudo aponta para que podem ser até 98% das pessoas.

O que nos leva a pensar: porque é que as pessoas que visitam o seu site ou que veem o seu anúncio não se convertem em leads ou clientes?

Com os anúncios Facebook, você pode ter vários públicos com diferentes tipos de intenção de conversão e nível de interesse variado no seu produto ou oferta.

Um público frio são pessoas que pouco ou nada ouviram falar de si.

À medida que as acompanha e “namora” este tráfego frio com conteúdo de alta qualidade e que dê valor, elas começam a ficar mornas.

Já está a perceber a ideia?

Quanto mais “namora” o seu público frio e lhes dá valor, mais eles ficam familiarizados com a sua marca, e ficam mornos.

E é aqui que entra a importância de usar o tipo de canal/meio e comunicação a passar no seu anúncio.

Você precisa de corresponder o interesse da pessoa com o tipo de meio/canal/anúncio certo para mostrar aos potenciais clientes na altura certa. Estes anúncios podem ser de display, de vídeo, nas redes sociais ou anúncios de pesquisa (Google).

Nas redes sociais, há um misto de pessoas indiferentes ao seu produto vs aqueles que estão mesmo interessados – têm temperaturas diferentes.

A comunicação nos seus anúncios de Facebook tem de corresponder à temperatura do tipo de público que é.

Se está a pedir a uma lead fria para comprar o seu produto… porque é que eles haveriam de fazer isso?

Tipos de tráfego e ofertas

Com a publicidade do Facebook, um público mais frio será aqueles vindos dum público guardado, ou seja, um público criado com base em interesses, local, sexo, etc. São estas as pessoas que pouco ou nada ouviram falar de si.

Pedir a essas pessoas para comprar o seu produto “a seco” não é uma boa forma de captar leads – você vai perder bastante dinheiro.

Por isso é que a maioria dos anunciantes e empresas perdem rios de dinheiro, porque pensam que o seu produto ou serviço vai vender independentemente do público.

E aqui está a parte importante deste artigo.

Para ter um público morno ou quente (público para retargeting) é necessário começar primeiro com um público frio.

Vou repetir. Vai ser sempre necessário começar com um público frio e não há problema com isso.

Eu mostro como criar um bom público frio neste artigo.

Ao usar os Públicos personalizados no Facebook, vai chegar às pessoas mornas e quentes.

Estas pessoas visitaram o seu website ou interagiram com o seu conteúdo, e têm alto potencial para se inscreverem para uma oferta ou comprarem o seu produto.

O que as torna mais propensas para clicarem no seu anúncio e converterem-se na landing page.

Por exemplo, eu costumo comprar vitaminas e suplementos em lojas online. Muitas vezes adiciono coisas ao carrinho e abandono o website sem comprar.

Mais tarde, no Facebook, vejo anúncios – nesse mesmo site – sobre alguns dos produtos que eu estava a pensar comprar mas não comprei. É provável que clique no anúncio e volte ao site para comprar.

Anúncios remarketing

A razão pela qual vi um aumento nas taxas de conversão das minhas campanhas foi porque comecei a segmentar para públicos mornos em vez de públicos frios.

Não há mal em usar Públicos guardados (até é bom para “amadurecer” o Pixel do Facebook mas isto fica para outra vez) para mostrar os seus anúncios. Mas ao mudar para um público mais pequeno, mais “personalizado” (perdoem o pun), isso faz toda a diferença.

Há alguns tipos de públicos personalizados no Facebook, e cabe a si encontrar aqueles mais apropriados para os seus objetivos.

Mas eu não o(a) vou deixar desamparado… não senhores. Vou explicar cada um dos públicos para que possa tomar a sua decisão. Vou em mais profundidade neste assunto no meu curso online Domínio Completo.

Eis os tipos de Públicos personalizados que pode escolher de acordo com os seus objetivos.

Tipos de Públicos personalizados no Facebook

Há 4 opções para criar um Público personalizado no Facebook.

  • Ficheiro de clientes
  • Tráfego no site
  • Atividade em aplicações
  • Interação no Facebook

Opções de criar Público personalizado

Se já está familiarizado com os tipos de Público personalizados que existem, faça scroll até mais abaixo para ver 8 boas dicas de retargeting que vão meter bom dinheiro nos seus bolsos.

Público personalizado: Ficheiro de clientes

Este tipo de público tem como base um ficheiro de clientes, ex.: lista de email, n.º de telefone ou IDs de apps.

Já sabe que as pessoas subscritas à sua newsletter estão interessadas no seu conteúdo. Porquê não lhes dar um empurrãozinho para as tornar clientes?

Para criar um Público personalizado siga estes passos:

1. Aceda ao Gestor de Anúncios/Gestor de Negócios. Clique no menu hambúrger (3 linhas no canto superior esquerdo) > Todas as ferramentas > Públicos.

Aceder a públicos

2. Clique em Criar Público > Público personalizado

Criar público personalizado

3. Selecione Ficheiro de clientes
Publico personalizado ficheiro de clientes

4. Escolha se quer adicionar a partir duma lista de contactos ou a partir do MailChimp. Vamos supor que escolheu a partir da sua lista.

Publico personalizado ficheiro ou mailchimp

5. Aqui tem as opções possíveis para criar este público a partir do seu ficheiro.

Há 15 tipos de identificadores para escolher, os mais usados por si provavelmente serão E-mail e Nome próprio.

Publico personalizado ficheiro ou copiar e colar

6. Adicione um ficheiro ou copie cole os dados
Pode carregar um ficheiro em formato .csv ou .txt ou copiar e colar. Se escolher carregar, clique em “Carregar ficheiro” e selecione o ficheiro do seu computador. Se for copiar e colar é só escolher o “Copia e cola”.

7. Dê um nome ao seu público e descrição
Pode ver a documentação oficial do Facebook em como criar um público a partir dum ficheiro.

Se precisar de fazer uma limpeza nos seus dados antes de importar, o Facebook tem um artigo que ajuda nisso.

Público personalizado: Tráfego no site

Quer segmentar para pessoas que já visitaram o seu site? Se sim, então é este tipo de público personalizado que deve usar (é normalmente o mais utilizado para estes fins).

Para criar públicos com base no tráfego para o seu website, precisa primeiro de instalar o Pixel do Facebook. Também precisa deste pixel para acompanhar conversões, portanto é possível que já o tenha implementado. É fácil. Mais ou menos 🙂

Como implementar o Pixel do Facebook:´

1. Vá a Pixeis no Gestor de Anúncios
2. Clique em Ações > Ver código do Pixel

Cada conta de anúncios só tem um código de Pixel. Use o código do pixel em cada página do seu website (ou websites).

Exemplo de código do pixel do facebook

3. Copie e cole este código entre as etiquetas de cada página web no seu site, ou no seu gestor de conteúdos para o colocar em todo o site. Também pode usar o Google Tag Manager, que é o que eu uso. Peça ao seu developer em caso de dúvidas.

Se quer acompanhar conversões específicas tais como compras ou conversões em leads, precisa de adicionar pequenos códigos adicionais, que são os chamados eventos padrão.

Se eu quiser acompanhar “leads”, então iria colocar a linha de código de fbq(‘track’, ‘Lead’); apenas à página onde quero saber se o visitante se converteu em lead (isto seria na página de obrigado).

Evento padrão no código base do pixel do facebook

Tem um total de 9 eventos padrão que pode adicionar ao código base do pixel do Facebook.

Os 9 eventos padrão do Facebook

Pode ler mais sobre a implementação do Pixel na ajuda oficial do facebook.

Depois de ter o seu Pixel Facebook implementado, pode usá-lo para acompanhar os resultados das suas campanhas de anúncios e criar os Públicos personalizados para retargeting.

Para criar um público personalizado a partir de tráfego do site:

1. Vá ao Gestor de Anúncios/Gestor de Negócios e selecione Públicos

2. Clique em “Criar público” no canto superior esquerdo

3. Selecione “Público personalizado”

4. Escolha Tráfego no site das opções
Criar público trafego no site

5. Aqui tem as seguintes opções:

  • Qualquer pessoa que visite o teu site
  • Pessoas que visitam páginas web específicas
  • Pessoas que visitam determinadas páginas web e não outras
  • Pessoas que não visitam o site há um determinado período de tempo
  • Combinação personalizada

Opções de publico personalizado de trafego no site

Na combinação personalizada, pode ir em mais profundidade nos critérios do tráfego em relação a páginas específicas.

Combinações personalizadas

6. Dê um nome ao seu Público personalizado e clique no botão azul “Criar Público”.

Os públicos-alvo criados com base no tráfego do site são a galinha dos ovos de ouro porque permitem estas oportunidades de retargeting.

Pode continuar a ler para saber as outras duas opções de criação de públicos personalizados (app e interação).

Nota: Inclua mas exclua também públicos na segmentação do seu anúncio.

Público personalizado: Atividade em aplicações

Se tem uma app iOS ou Android, pode segmentar para pessoas com base nas ações que elas tomam na sua app.

Para criar um público personalizado com base na atividade da sua aplicação:

1. Registe a sua app e crie eventos de aplicação para chegar a utilizadores específicos

2. Aceda aos Públicos no seu Gestor de Anúncios/Gestor de Negócios.

3. Clique “Criar Público” no canto superior esquerdo

4. Selecione “Público personalizado”

5. Selecione “Atividade da app”
Criar público atividade aplicações

6. Dê um nome ao público e selecione a app para a qual quer criar este público. Deverá ter privilégios da conta de anúncios para a aplicação que quer usar.

Criar publico atividade em app

7. Defina as ações tomadas para segmentar para pessoas que tomaram ações específicas na sua app de acordo com os eventos que criou anteriormente.

8. Escolha um período de tempo para o retargeting.

Por exemplo, pode fazer com base num evento de não-utilização da app e escolher “Nos últimos 30 dias” para chegar a pessoas que não têm usado a sua aplicação nos últimos 30 dias.

O Facebook tem um guia oficial para ajudar a criar públicos personalizados com base na atividade em aplicações.

Opções atividade em apps facebook publico

Público personalizado: Interação no Facebook

Um público personalizado de Interação no Facebook é constituído de pessoas que interagiram com o seu conteúdo no Facebook.

“Interação” são ações específicas, tais como visualização dos seus vídeos ou abrir um anúncio de formulário de leads ou canvas.

Para criar um público personalizado com base na interação no Facebook:

1. Vá ao Gestor de Anúncios/Gestor de Negócios e selecione Públicos

2. Clique em “Criar público” no canto superior esquerdo

3. Selecione “Público personalizado”

4. Escolha “Interação”
Opções de criar Público personalizado para Interação

5. Selecione o tipo de interação que quer usar no retargeting dos seus anúncios, que podem ser:

  • Vídeo
  • Anúncio de leads
  • Canvas
  • Página
  • Perfil profissional do Instagram
  • Eventos

Criar Público personalizado Interação

Vou mostrar-lhe aquilo que pode fazer com o retargeting em exemplos específicos para ter ideias para levar as suas campanhas de anúncios ao próximo nível.

8 dicas de retargeting avançado com Públicos personalizados

Agora que sabe os quatro tipos de Públicos personalizados e como os criar, vamos aprofundar o que fazer com isto.

De seguida mostro oito formas de usar os Públicos personalizados como um “pró”, que será ótimo para as suas campanhas de retargeting para ter um ROI espetacular nas suas campanhas.

1. Retargeting a todos os visitantes do site

Se só puder criar um único Público personalizado para retargeting com anúncios Facebook, então esta seria a sua escolha.

Fazer retargeting a todas as pessoas que visitaram o seu website é algo vago, porque várias pessoas com várias intenções e expectativas – mas é melhor que nada, e é um bom sítio para começar.

Faça retarget a todos os visitantes do seu site com uma oferta Facebook que os recorde da sua marca. Esta oferta não deve ser diferente da proposição de valor da sua homepage ou landing page.

Por exemplo, a homepage da Naturebox, tem como proposição de valor “Deliciously wholesome snacks” e depois mostra vários produtos.

Homepage da Naturebox

Os anúncios Facebook deles (de retargeting) repete o mesmo texto com o mesmo estilo visual da marca, dando consistência à comunicação, podendo apresentar de novo a proposição de valor deles.

Anúncios Facebook Naturebox

Fazer retargeting para TODOS os visitante do seu site pode não ser o mais ideal, mas é bom para testes A/B nas suas homepages para perceber quais as proposições de valor são mais apelativas para os seus potenciais clientes.

Mas mantenha o texto e imagens dos anúncios consistentes com a homepage/landing page do site.

Como criar um público de retargeting para pessoas que visitaram o seu website:

Para criar um Público personalizado de todas as pessoas que visitaram o seu website, vá a Públicos, escolha “Público personalizado” e clique em “Tráfego no site” (para instruções detalhadas veja aqui).

Pode fazer retargeting para pessoas que visitaram o seu site num período de tempo de 1 a 180 dias.

Você decide o período de tempo a usar. Normalmente coloco as minhas campanhas em 30 a 60 dias após a última visita, para que as pessoas não se aborreçam de ver os meus anúncios e que a oferta ainda seja relevante para elas.

Criar público personalizado trafego site

Uma coisa a notar: as pessoas que estiveram no seu site apenas uma vez podem ainda não estar mornas para as suas ofertas.

Por isso ofereça algum eBook ou minicurso gratuito em vez de lhes pedir para fazer uma compra imediatamente…

… Por exemplo, eu tenho centenas de artigos e recursos gratuitos para os meus estudantes, incluindo templates, checklists, guias e minicursos.

E tenho também um curso pago, o Domínio Completo dos Anúncios Facebook. Mas eu não empurro o meu produto pago às pessoas. Os visitantes que chegam ao meu site têm uma série de recursos para terem sucesso na sua atividade profissional; se gostarem do conteúdo e quiserem tomar o próximo passo, fica ao critério da pessoa.

Pense nas campanhas de retargeting do Facebook como uma forma de criar perceção de marca e confiança, e ao mesmo tempo focar-se nas conversões.

Eis um exemplo dum anúncio da LinkedIn University a promover um eBook deles. Eu vi este anúncio porque visitei o site deles anteriormente (ou alguma landing page).

Anúncios LinkedIn University retargeting

Só por curiosidade, repare que eles têm um pequeno erro gramatical. Heh 🙂

 width=

Bem, adiante…

Boas práticas para retargeting todos visitantes do website com anúncios Facebook:

  • Use um período de tempo 30-60 dias para manter a sua oferta relevante
  • Não peça um grande compromisso às pessoas que apenas estiveram no seu site uma vez
  • A sua proposição de valor no anúncio deve ser semelhante à que está na homepage
  • Dê valor em vez de pedir às pessoas para comprar (ofereça, guias, checklists, etc.)

2. Retarget a pessoas que visitaram landing pages específicas

Nem todos os visitantes duma landing page se convertem na primeira visita.

É provável que vá pagar um preço elevado a pessoas que veem às suas landing pages com anúncios pay-per-click. Se não lhes fizer retargeting está a perder oportunidades de lucrar com elas.

Ao criar campanhas de retargeting estará a chamar a atenção da pessoa eficazmente no Facebook, porque a maioria das pessoas notam com mais atenção anúncios para produtos que já visitaram anteriormente.

Ou seja, os anúncios de retargeting chamam mais à atenção.

Fazer retargeting de pessoas que visitaram landing pages específicas é bom porque:

  • Elas já estão familiarizadas com a sua marca
  • Estão interessados num produto ou serviço específico
  • Você pode promover ofertas de landing pages específicas para um público pequeno (cliques ficam mais baratos) – mas relevante

Por exemplo, eu ofereço um minicurso gratuito de anúncios Facebook, e já várias pessoas visitaram essa landing page.

Como já houve pessoas a visitar essa landing page específica, criei um público personalizado “tráfego no site” de pessoas nos últimos 30 dias que visitaram essa página específica – mas que não se converteram, ou seja, não se inscreveram no curso.

Os anúncios retargeting nesta campanha eram especificamente para as pessoas voltarem para essa landing page e inscreverem-se no minicurso, porque sei que elas estão minimamente interessadas, mas por uma razão ou por outra, abandonaram a landing page na altura e não voltaram mais – até agora.

Apesar deste anúncio ser mostrado para um público pequeno (menos de 500 pessoas), trouxe 10 novas leads em apenas alguns dias com baixo custo por clique.

Pessoas que não se converteram

Eis outro exemplo da Pardot.

É uma oferta que eles têm para pessoas interessadas em email marketing para B2B.

O anúncio abaixo é especificamente segmentado para empresas de serviços B2B e pode servir como anúncio de retargeting para pessoas que visitaram a página de serviço da Pardot focada em email marketing para B2B.

Pardot oferta anúncio Facebook

Ao fazer retargeting para Públicos personalizados no Facebook que visitaram landing pages específicas, seja específico também com o seu anúncio e oferta.

Mostre um benefício fácil de ver e perceber, e que seja claro qual o próximo passo que quer que as pessoas tomem, ao usar um dos botões de Apelo à ação dos dos anúncios Facebook (ex.: “Reservar agora”

Botão apelo à ação do Facebook

Isto é importante, portanto vou repetir..

Pode mostrar anúncios para pessoas que não se convertam na sua landing page, ou seja, que não se inscreveram para fazer o download do seu ebook ou que não compraram o seu produto.

Eis como criar um Público de não convertidos.

Como criar Público personalizado para visitantes a landing pages específicas, mas não outras

Vá aos Ao teu sucesso,
assinatura-joao-78x50-nenhuma
João Alexandre
Estratega Digital

Marketing Digital sem espinhas

Deixe um comentário