Marketing Digital: como fazer batota que nem um ninja

Marketing Digital: como fazer batota que nem um ninja

Chatbots

Atualizado: Outubro 2019


Ter o Google Analytics no site com enhanced ecommerce faz com que o Google mostre os interesses que os nossos clientes de maior valor geram.

Depois pegamos nessa informação para os Facebook Ads, e pimba, aí está um bom retargeting.

MAS DÁ PARA FAZERMOS MAIS 🙂

Marketing Digital & Analítica

Sabias que o LinkedIn tem um PÍXEL? E que podes saber os cargos das pessoas que visitam as tuas páginas (diretor, etc.)?

Isto significa que podes segmentar apenas para esses cargos com LinkedIn Ads, ou mesmo Facebook Ads. Os teus anúncios vão ficar altamente segmentados.

Só para termos uma ideia da coisa…

A #dicaninja é instalar mais analítica no teu site para que possas ter mais informação que podes usar para a tua segmentação.

Marketing Digital: Google, Facebook e LinkedIn

O Google Analytics mostra-nos as audiências e segmentos “in-market” que podemos usar para segmentar para as pessoas com o GDN (Google Display Network).

O Facebook Analytics mostra-nos, por exemplo, as compras feitas por sistema operativo e que se segmentarmos apenas para utilizador Mac OS que temos mais 2x retorno nos anúncios.

O LinkedIn Analytics mostra-nos os cargos (mesmo cargos seniores) que melhor se convertem nas tuas páginas e depois podemos segmentar para eles com LinkedIn Ads.

Podes saber mais sobre o LinkedIn Analytics neste vídeo.

Como usares esta “batota”

As redes sociais QUEREM que invistamos em anúncios para impactar as pessoas… mas de forma correta.

Instala todas estas tags de analítica em todas as tuas páginas.

Cria públicos personalizados a partir disto. Por exemplo, pessoas que visitaram uma sales page, página de produto, de geração de leads e páginas de obrigado.

Depois gera 5000 a 10000 visitantes para as tuas páginas. Pensa nisto como um investimento. Não estás a tentar converter, apenas investir para colectar dados.

Se ocorrerem conversões, fantástico, é a cereja no topo do bolo. Mas não é esse o objetivo.

Gera tráfego para o site e deixa as tags de analítica coletarem dados.

Após teres esses dados, podes criar campanhas altamente personalizadas para teres um ROI espetacular. Isto porque as redes sociais estiveram a alimentar o teu site com dados que te permitem captar as pessoas certas que serão os teus clientes.

Cada dia que esperares é outro dia que os teus clientes vão comprar à concorrência.

Então ide “tagá-los”.

Ao teu sucesso 🙂


Ao teu sucesso,
assinatura-joao-78x50-nenhuma
João Alexandre
Estratega Digital

Marketing Digital sem espinhas

Deixe um comentário