Networking: como criar laços fortes

Apoiar nas estatísticas

Atualizado: Outubro 2019


Eventos de networking são como andar num barco à vela no meio dum furacão. Não deixes que o teu próximo evento acabe em rodopio com apresentações apressadas e trocas de cartões de caras que não mais te vais lembrar. Usa um smartphone para te conectares mais facilmente, e agarra aquelas leads com uma história criativa sobre ti ou a tua empresa.

Fazer networking deixa alguns empolgados e outros assustados: não é para todos. Se estás a evitar fazer networking por desconforto, tens que ultrapassar essa barreira e colocar o networking a funcionar para ti, e não contra ti.

**levanto o véu**

1. Como é que te vais destacar? Pensa qual é a tua intenção e o que queres obter como resultado de atenderes aquele evento. Será que é para deixar que as pessoas te conheçam? Ou é para aprender sobre outras pessoas e aquilo que elas fazem?

2. Pensa num objetivo que queres concretizar, talvez o número de cartões de contacto que vais passar ou o número de pessoas que queres conhecer.

3. Encara as empresas e pessoas a partir de pontos de vista diferentes. Sabes quem vai atender o evento? Se sim, toca a fazer o trabalho de casa. Quem poderia ser um bom parceiro? Sabe mais sobre a empresa deles, o tamanho, o mercado e local relativo a ti ou à tua empresa. Mesmo que não saibas quem lá vai estar, pensa em questões que irias colocar ao tipo de pessoa ou empresa que gostarias de conhecer, e serve como ponto para passares referências a quem possas já conhecer que possam ajudar as pessoas que conheces nestes eventos se elas não forem uma boa escolha para ti.

4. Em que é que vocês são parecidos? Existe alguma coisa sobre ti ou a tua empresa que é semelhante à da pessoa que estás a conhecer? Ou que seja diferente? Ou que se possam complementar? Por exemplo, na agência digital onde sou consultor, uma boa escolha seria uma parceria com uma gráfica que tenha clientes que percebam o valor do investimento num bom design ou desenvolvimento web.

5. As pessoas gostam duma boa história. Mas não sejas chato(a). Conta uma coisa curta e memorável. Isto vai ser útil se estiveres naqueles eventos de speed networking e tens um tempo limite. Que história de 1 ou 2 minutos podias contar a alguém que iria ajudar a pessoa a lembrar-se de ti e que se queira ligar contigo mais tarde?

6. Networking não é um substituto para a tua estratégia de vendas e de marketing, mas sim um complemento. Pensa no networking como um princípio que te pode ajudar a deixar uma boa impressão para que se possam lembrar de ti e ficarem mornos para contigo.

7. Lembra-te de fazer follow-up. Nem todos os teus contactos estarão prontos para ser ajudados por ti, ou serão uma boa escolha, mas não quer dizer que não possas seguir a pessoa para conviver ou pelo menos para associares uma cara ao negócio.

8. Acima de tudo, diverte-te. Estás a sair da zona de conforto, a conhecer pessoas novas, o que para alguns é algo assustador. Vai com uma atitude positiva, porque as outras pessoas também lá vão para conhecer outras pessoas interessantes.

9. Mede os teus resultados. A quantas pessoas te ligaste? Quantos cartões passaste? Com quantos ficaste? Quantos follow ups planeaste fazer? Qual foi a tua mais valia, ou a oferta que tinhas para apresentar? Quantas respostas tiveste? Mede tudo.

O networking pode funcionar para ti de várias formas, não penses nisto só como sendo do teu lado que queres vender. Quem sabe até venhas a precisar dum novo contabilista ou um pintor para a tua casa, e venhas a encontrar estas pessoas lá diretamente, ou por intermédio delas. O networking dá-te a oportunidade de encontrares pessoas e elas encontrarem-te a ti. Liga-te às pessoas e deixa-te ser ligado.

Vai para os eventos, quaisquer eles que sejam, com uma boa atitude, e com uma estratégia e intenção planeada. Esta é a única maneira de poderes medir se estás a progredir e para saber como melhorar os teus esforços futuros.


Ao teu sucesso,
assinatura-joao-78x50-nenhuma
João Alexandre
Estratega Digital

Marketing Digital sem espinhas

Deixe um comentário